SaúdeShigueo Yonekura

10 dicas para ajudar a combater a insônia no período de isolamento

insônia
Foto ilustrativa

A mudança de rotina devido ao isolamento social e a preocupação com a pandemia do coronavírus têm causado à grande parte da população aumento da ansiedade, estresse e alterações no sono.

A insônia tem invadido a vida de muitas pessoas nesse período, com queixas como dificuldades em conseguir iniciar ou manter o sono e despertar precoce.

O neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba, Shigueo Yonekura, dá algumas dicas que podem ajudar a combater a insônia.

  • Evite refeições pesadas e perto do horário de dormir;
  • Procure fazer atividades repousantes e relaxantes após o jantar;
  • Pratique meditação e exercícios de respiração;
  • Evite bebidas alcoólicas e ingestão excessiva de café e cafeinados (chás, colas, chocolates);
  • Mantenha horário regular para dormir e acordar;
  • Exercícios físicos são benéficos e devem praticados em horários adequados, nunca próximos à hora de dormir;
  • Procure reduzir estímulos luminosos antes de dormir, como celular, computador e TV;
  • Caso precise usar o computador e celular, a orientação é usar filtro laranja para rebater a luz azul emitida pelos eletrônicos que prejudica a produção de melatonina;
  • Não leve problemas para a cama, tente lidar com as preocupações o mais cedo possível e distante do quarto;
  • Crie uma rotina saudável, com um ambiente adequado sem luz ou ruído para dormir;

O especialista em sono pelo Hospital das Clínicas da USP diz que as consequências das noites em claro podem ir de irritabilidade ou mau humor passageiro até a dificuldade em relacionamentos.

Com o tempo, também pode afetar a circulação sanguínea, o coração, a imunidade, além causar quadros de depressão.

Shigueo Yonekura, especialista em sono pelo Hospital das Clínicas da USP e médico do Instituto de Medicina e Sono de Campinas e Piracicaba. www.institutodosono.com.br

Por Shigueo Yonekura, neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba, com especialização em sono pelo Hospital das Clínicas da USP

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar