fbpx
19 99646-7010 19 3496-1747

Rafard Emancipada! 1965-2019 – II

Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário

Muito poderia ser comentado ainda sobre a histórica batalha emancipacionista rafardense, mas nos restringimos a dois pequenos trechos registrados nas páginas 309 e 329 da importante obra literária, Vida Social e Política de Rafard, autoria do poeta e escritor piracicabano Pedro Silveira Rocha, aqui radicado.

Diplomação de Posse

A solenidade de diplomação e posse dos eleitos, seria, a 28 de março com grandes pompas, festivamente, de acordo com o desejo dos líderes autonomistas. Em virtude, porém de expressa ordem do Supremo Tribunal Eleitoral o significativo ato realizou-se (aqui e em outras localidades emancipadas pela mesma Lei), sem a bizarria ou as ostentações desejadas, às 09:30 horas do dia 21 de março de 1965, no velho prédio do extinto Cine Paratodos.

Revestiu-se do maior valor e da maior beleza por representar o término de uma grande batalha e o início de nova luta, esta, porém pelo desenvolvimento do chão carente de benfeitorias urbanas. Avultado número de pessoas presenciou-o, entre as quais, altas autoridades rafardenses, dos Municípios de Capivari e Porto Feliz.

Presidiu o ato o MM Juiz da Comarca, Dr. Antonio Carlos Alves Braga, participando da Mesa os Srs. Promotor Público Dr. João Gamaliel Corrêa Costa, prefeito Municipal de Capivari Romeu Annicchino e o Delegado de Polícia Dr. Nelson Fonseca. Auxiliaram nos trabalhos os Srs. José Maria de Lima e Ary Soares Freitas. Convidados a adentrarem o recinto, os eleitos vereadores, um a um de acordo com a chamada, e sob entusiásticas salvas de palmas foram diplomados e empossados, em seus respectivos cargos, prestando solenemente o seguinte juramento: “Prometo exercer com dedicação e lealdade o meu mandato, respeitando a Lei e promovendo o bem geral do Município”.

Em respeitoso silêncio, o MM Juiz Alves Braga, estando todos em pé, com voz firme e pausada declara em nome da Lei, Instalada a Câmara Municipal de Rafard e empossados os vereadores: Alvino Colombo, Rolando Braggion, Orlando Lux, José Ângelo Dante, Archanjo Honora, Guerino Bôscolo, Ricardo Germano e Luiz Ortolani. O Padre Renato Lucchi, alegando “ordem superior”, renunciou em Ofício ao mandato.

Genaro Vigorito

Nasceu em Capivari em 1908 e foi sepultado em 1983 em Rafard. Líder da Emancipação Rafardense.

Primeiro prefeito do Município de Rafard. Em 1964 assumiu a causa rafardense, a ela se dedicando de corpo e alma até a vitória final com a criação do Município, desvinculando-o da condição de Distrito de Capivari. Foi vereador em duas Legislaturas.

Cidadania

É com satisfação e respeitosa gratidão que estamos externando à firma Dal Osto & Quagliato, instalada a Rua Dr. Soares Hungria, 610, especializada em obras finas em madeira, que atendendo ao nosso apelo, parte das homenagens pelo aniversário desta cidade, demonstrando prática de cidadania, prontamente confeccionou um excelente suporte e três hastes destinadas às Bandeiras: Nacional – Paulista e de Rafard que ficarão expostas no Conselho Tutelar sob a direção da eficiente e dedicada funcionária Maria Helena Cruz.

Por essa exemplar colaboração do Sr. Jânio César Dal Ostro que em nome da firma acima citada participou das comemorações, reiterando nossa gratidão, o respeitoso e fraternal abraço com votos de perenes sucessos, extensivos a todos os seus competentes funcionários.

ARTIGO escrito por Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe uma resposta