Arnaldo Divo Rodrigues de Camargo

A morte de um enteado e de um namorado

“O que é o inimigo? Eu mesmo. Minha ignorância, meu apego, meus ódios! Aí está realmente o inimigo.” Chico Xavier

Quando eu cursava advocacia numa aula de direito penal eu perguntei ao professor se aumentando a dosagem das penas os delitos e homicídios diminuiriam e ele respondeu que não, porque quem pratica crime nunca pensa que vai dar errado, ele está fixado na deliquescia e na ocultação de sua falta.

E sabemos que não existem crimes perfeitos, todos serão revelados seja aqui na terra ou então na vida espiritual, porque tudo que fazemos como um negativo de filme é gravado e revelado em nossa consciência e no cosmo.

Eu passo tempo meditando sobre a vida e os acontecimentos que nos chocam a razão, o coração e a consciência, porque eles fizeram isso e agiram dessa forma quando tinham mais 99 possibilidades e foram escolher uma do desastre físico e moral. Compadeço deles e exercito a oração em seu favor.

Os bons espíritos nos esclarecem que na misericórdia divina a fórmula para apagar o ódio é o amor; e então Deus nos reúne na família, junto dos amigos, no trabalho, no estudo, são os encontros e desencontros, nos conclamando a respeitar e viver quanto possível em harmonia com aqueles que manifestem desafinados com os nossos pontos de vista.

Não é sem razão que nascemos naquele lar, fortes vínculos do passado nos atraíram para o amor e evolução e no meio tem os reajustes – provas e expiações, a percorrer nosso caminho.

E a indicação superior é que pratiquemos o desligamento material e emocional deixando aqueles que se manifestam com ideais e propósitos diferente de nós seguir suas escolhas, sem violentar suas decisões nas experiências que lhes são necessárias, lembrando sempre de fazer com amor e abençoando esse afastamento.

No Rio de Janeiro um fato chocante envolvendo o médico e vereador, doutor Jairinho, filho de um ex-deputado estadual, o policial Coronel Jairo (PSC), que foi preso em 2018 pela Operação Furna da Onça, suspeito de receber mesada para aprovar projetos de interesse do governo de Sérgio Cabral (MDB).

Vereador eleito cinco vezes, doutor Jairinho foi apontado pela polícia como autor das lesões que provocaram morte do enteado, menino Henry Borel Medeiros, 4 anos, que teria torturado o garoto ao menos uma vez, segundo as investigações. De acordo com a polícia, o parlamentar agredia o menino com chutes e pancadas na cabeça.

Em São Paulo empresária milionária da indústria do papelão é presa suspeita de oferecer R$ 200 mil para corretor matar namorado; corpo foi achado baleado e queimado. De acordo com a polícia, Anne Cipriano Frigo, contratou o corretor de imóveis Carlos Alex Ribeiro de Souza para matar o namorado dela, o segurança Vitor Lúcio Jacinto, em 16 de junho em São Paulo. O motivo do crime, segundo a investigação, foi passional: ela teria descoberto que a vítima a traía com outras mulheres…

Com 99 soluções e escolhas felizes, eles escolheram uma – a companhia do ódio e da violência. As vítimas estão em melhores condições. Mas, façamos preces por todos, porque a misericórdia é divina.

1) https://gauchazh.clicrbs.com.br/seguranca/noticia/2021/04/quem-e-dr-jairinho-vereador-preso-por-suspeita-da-morte-do-enteado;
2) https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/06/30/empresaria-e-presa-suspeita-de-oferecer-r-200-mil

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content