Rubinho de Souza

A participação das mulheres na luta pela emancipação

Sempre que falamos da luta pela nossa Emancipação, como relatamos há alguns dias atrás numa das edições, quando da sua comemoração pelos seus 56 anos, as homenagens são direcionadas quase sempre aos homens, os cidadãos rafardenses que se doaram para ver o sonho tornar-se realidade, mas justiça seja feita, as mulheres rafardenses tiveram participação significativa nessa luta que culminou com a vitória de nosso povo.

Naquela época, eram realizadas muitas caravanas à cidade de São Paulo, especificamente no Palácio do Governo do Estado, com participação de muitas representantes femininas de nossa Rafard, que imbuídas pelo mesmo sonho de liberdade, encamparam a ideia da luta por nossa emancipação, e acompanhavam os membros da Comissão Plebiscitária nas suas reivindicações ao Governador do Estado.

Depois da vitória, numa visita ao Palácio 9 de Julho, em março de 1965, um grupo formado por notáveis mulheres rafardenses (foto), num nobre gesto de gratidão, foram levar seus agradecimentos ao então Governador do Estado de São Paulo, Dr Adhemar Pereira de Barros, por seu empenho na nossa luta e pela iniciativa em assinar, promulgando a Lei que deu autonomia político-administrativa a nossa cidade.

Estão na emblemática foto, além dos membros da Comissão Plebiscitária e outros cidadãos, as seguintes representantes femininas de nossa cidade: Maria de Lourdes Marques, Zenaide Sotto, Hermínia Boscolo, Margarida Colombo, Griselda De Biasi, Jeanete Bazzanella, Maria Teresa Maretto, Dora Lúcia Fontolan, Yolanda Fonseca De Biasi, Lídia Fontolan, Benedita Aprilante Vigorito, Maria Teresa Fontolan, Suely Thomazini, Cely Bedende, Wanderley Lourençon, Marinelza Lourençon, Regina Célia Angelini, Ana Maria Lux, Luíza de Melo Honora, Maria Sanchez, Idalina Butinhão Quagliato, Jurema Ricomini, Palmira Piazentim e Francisca Fonseca, que neste ato solene de agradecimento, representavam na época, todas as mulheres rafardenses.

Após as saudações de praxe que faziam parte do cerimonial, das falas carinhosas de todos em reconhecimento ao Governador por tão importante papel em defesa de um povo que lutava por sua autonomia, o Dr. Adhemar deixa-se fotografar ao lado dos visitantes que lhe nutriam verdadeiro sentimento de gratidão, fazendo com que este ato, acabasse por se tornar um componente da história de nossa querida cidade Coração.

Por esta razão, o Dr. Adhemar de Barros, que por duas vezes foi conduzido pelo voto popular ao Governo do Estado de São Paulo, com expressiva votação no nosso município, jamais será esquecido por nosso povo, visto que, num ato de gratidão pelos serviços prestados, seu nome foi gravado na Prefeitura de Rafard, inaugurada em 21 de março de 1978, na gestão de Archanjo Honora, que em ato solene com a participação e descerramento de placa pelo homenageado, recebeu o nome de “Paço Municipal Dr. Adhemar Pereira de Barros”

A foto que ilustra esta publicação, e que se tornou documento histórico da nossa cidade, retrata a efetiva participação não só das mulheres que estão na foto, mas de muitas outras rafardenses que trabalharam nos bastidores, dando suporte aos seus maridos, irmãos, filhos, netos, para que eles pudessem se dedicar com afinco à causa da nossa querida Rafard.

À todas elas, ainda que muitas não estejam mais entre nós, nossas sinceras homenagens, mesmo aquelas que não foram citadas nominalmente aqui nesta postagem, mas merecem todo nosso respeito, assim como nossa consideração pelo que foram e fizeram por nossa cidade.

Grato por nos prestigiar com sua leitura, e grande e fraterno abraço.logo do fundo do baú raffard

Botão Voltar ao topo
Skip to content