Denizart Fonseca

Ajude, não desestimule II

denizart fonseca colunista
Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário (Foto: Arquivo)

Passe a observá-lo, para descobrir nele uma qualidade, por menor que seja e comece a elogiá-lo, exaltando sua qualidade, o exaltando e animando, demostrando que ninguém é melhor que ele. Se fulano que tinha muito menos capacidade que ele, conseguiu vencer, ele também poderá consegui-lo.

Se tantos outros, homens e mulheres, vencem na vida, ele também conseguirá ultrapassar todas as barreiras, saindo vitorioso nas múltiplas batalhas que travar!

Ao invés de falar, cale-se todas as vezes que sentir vontade de criticá-lo e fale para elogiá-lo, mesmo que não esteja sentindo vontade de fazê-lo. Você precisa modificar seu modo de encarar a vida, para que ele também modifique a maneira de pensar e agir.

Não chame sua atenção para a exploração que ele sofre no emprego, mostrando ao contrário, que se todos os colegas pedem seu auxílio e o patrão exige mais dele do que dos outros, é porque sua capacidade é maior.

Se ele queixar-se da rotina do serviço, demonstre-lhe que muitas pessoas fazem o mesmo serviço e oriente-o a aproveitar a rotina para automatizá-la e cansar-se menos. Sugira-lhe que procure encontrar dentro mesmo dessa rotina, distrações que lhe façam apreciar mais o trabalho.

Se estiver parado, muito tempo, sem progredir sem ter uma pequena melhora sequer, sem ser promovido, ajude-o a melhorar sua produção; anime-o a dialogar com o chefe, em tom de respeitosa camaradagem, sobre suas ambições; incentive-o a desempenhar sempre melhor o seu trabalho para que não passe despercebido, o seu esforço e capacidade.

Oriente-o a ler e aprender e aplicar sobre mentalização positiva, que lhe darão condições, de como tratar as pessoas despertando nelas, o sentimento de amizade sincera e amor fraterno.
Muito ainda há para ser dito, para não deixar que o seu companheiro desanime, para animá-lo cada vez mais, porque todo o progresso dele significará o seu próprio progresso.

CIDADANIA

Em outubro futuro deverá haver novas eleições; Estaduais e Municipais, nos oferecendo tempo suficiente para analisarmos cuidadosamente os pré-candidatos e incentivar os que; embora não sendo políticos, mas alimentando amor e carinhosa dedicação a este solo, além de: sendo possuidores de condições e capacidade para assumirem o comando, tanto do Legislativo quanto do Executivo, devem demonstrá-los se candidatando.

Continuamos na expectativa de uma reunião com os atuais administradores para que sejam tomadas – em benefício da população – providências quanto à solução de vários problemas pendentes.

Valemo-nos desta oportunidade para aprovar, elogiar e parabenizar o setor responsável pela manutenção de vias públicas, pelos rebaixamentos (ao invés de lombadas), em várias ruas do centro, a fim de disciplinar (até que sejam liberadas as câmaras fotográficas para as devidas multas), os maus condutores de veículos motorizados. É isso.

ARTIGO escrito por Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário. Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar