CapivariDestaques

Bamados comemora 22 anos em Capivari

No mês de aniversário da Bamados (Banda Musical Dirceu Ortolani Stein), de Capivari, o presente foi um instrumento novo, uma Clarineta Yamaha YCL255ID, de valor estimado em R$ 5 mil.

A doação da Clarineta veio através de um edital de apoio a Bandas de Música do Governo Federal, que beneficiou 317 bandas em todo o país, por intermédio da Fundação Nacional de Cultura.

“É um instrumento valioso para a Banda, nosso sonho é trocar todas as nossas clarinetas, por modelos como esta. É um presente de aniversário muito bem-vindo”, comemora o maestro Caio Augusto da Silva, que também é o presidente do Conselho Municipal de Cultura de Capivari.

O presente deu novo ânimo aos integrantes da Bamados, que no dia 10 de julho, completou 22 anos de fundação. Pela primeira vez, em todos estes anos, por conta da pandemia da Covid-19, os encontros musicais, na sede da Banda no bairro Castelani, tiveram que ser suspensos, e ainda estão sem data para o retorno.

clarineta-bamados
Clarineta recebida pela Bamados (Foto: Arquivo pessoal)

Com cerca de 30 integrantes com idade a partir dos oito anos, a Bamados é uma Corporação Musical que sempre marcou presença nas comemorações, datas cívicas e apresentações musicais de Capivari e cidades da região.

Nestes mais de 20 anos de fundação, a Banda também já foi destaque em Concursos de Bandas e Fanfarras, como em 2019, em São Paulo, quando conquistou o 2º lugar entre as melhores bandas de todo o Estado.

Sufoco financeiro

Com as aulas suspensas por conta da pandemia, cessou também a subvenção da Prefeitura que a Banda recebia todo mês, em forma de incentivo ao projeto.

Segundo o maestro Caio, o valor mensal de R$ 1.500,00, faz muita falta.

“Sem a subvenção fica mais difícil, nós queremos, aos poucos e com segurança, retornar com nossas aulas, e esperamos um posicionamento da Secretaria Municipal de Cultura”, afirma.

Em meio à pandemia, surgiu uma alternativa que ajudou a Bamados a superar esta fase difícil de orçamento.
A Banda foi contemplada, em dezembro do ano passado, com um recurso no valor de R$ 35 mil, através da Lei Aldir Blanc, uma iniciativa do Governo Federal que beneficiou projetos do setor cultural através do auxílio financeiro.

Alunos aguardam ansiosos retorno das aulas musicais (Foto: Arquivo pessoal)

Segundo Caio, o valor foi utilizado para a compra e reforma de instrumentos musicais, além do pagamento do maestro.

Em nota, a Secretaria Municipal de Cultura informou que o retorno das aulas, segue as determinações do Plano São Paulo, e que, assim que possível, um plano de retomada será organizado. Ainda não há previsão para o retorno do pagamento da subvenção.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content