DestaquesRafard

Carlão afirma que teve metas de governo prejudicadas pelos efeitos da COVID-19

Abertura da Unidade de Saúde até às 23h fica na lista do que não foi concretizado, mas ETE e casas populares estão em suas conquistas

O prefeito de Rafard, Carlos Roberto Bueno (Carlão), está há menos de 30 dias de concluir seu mandato. Ele concedeu entrevista exclusiva ao Jornal O Semanário e falou sobre seus desafios e conquistas nestes dois anos e quatro meses em que ficou à frente do Executivo de Rafard.

Confira na íntegra e de forma imparcial as opiniões expressadas pelo atual prefeito, com a avaliação de seu desempenho frente à Prefeitura Municipal.

carlos-bueno-prefeito-de-rafard-entrevista-fim-de-mandato
Carlão Bueno disse que estuda convites para ocupar cargos públicos em 2021 (Foto: Arquivo pessoal)

O Semanário – Em 2020, o Brasil viveu o episódio atípico da chegada do coronavírus. Como isso afetou o planejamento de sua gestão na Prefeitura? Quais foram as maiores dificuldades até o momento?

Carlão – Boa parte do nosso planejamento foi afetado e tivemos que buscar maneiras de adaptar os serviços, em todos os nossos setores, para garantir a segurança dos funcionários e da população. Tivemos que cancelar as aulas e adaptar as atividades dos alunos. Tudo isso prejudicou o andamento de vários serviços e obras que estavam previstas.

O orçamento da prefeitura ficou comprometido e não conseguimos iniciar o pagamento do dissídio atrasado dos funcionários e a ampliação do horário de funcionamento da Unidade Mista até às 23h, duas medidas que já estavam planejadas para 2020.

Outra obra, que estava para começar, era a iluminação de toda a avenida São Bernardo, até na entrada do Distrito Industrial, que conseguimos finalizar o projeto, mas por conta da pandemia, não conseguimos iniciar as obras.

O Semanário – Cite três conquistas das quais você destacaria como principais nestes dois anos e quatro meses de mandato como prefeito de Rafard.

Carlão – Uma delas, é a obra da estação de tratamento de esgoto. As obras do coletor tronco vão terminar ainda este ano. Já a conclusão da obra da estação de tratamento, por conta do período das chuvas, segue o cronograma com previsão para estar pronta em fevereiro. Os recursos vieram através do Consórcio PCJ e foram investidos R$ 3 milhões na obra, que vai tratar 100% do esgoto de Rafard.

Também fizemos a reforma da Unidade de Saúde, da sala de fisioterapia e compramos novos equipamentos. Só para as obras da Saúde foram R$ 108 mil e para a compra de equipamentos mais R$ 270 mil. Com certeza, o que me deixou muito feliz, foi ter conseguido concluir as obras das casas populares e ter entregado as 146 unidades durante a minha gestão.

Outra conquista foram os veículos. Conquistamos duas ambulâncias novas para a saúde e um caminhão de lixo para os serviços de limpeza da cidade. Com recursos próprios adquirimos mais dois veículos, um para o Serviço de Água e outro para a Educação. Também tivemos obras como a reforma do ginásio de esportes, do campo de areia na Popular e do campo sintético no Centro Esportivo Reinaldo Fontolan.

O Semanário – O que estava entre suas prioridades na Administração e que não será possível concretizar até o dia 31 de dezembro? Quais os principais motivos que impediram que estas prioridades fossem alcançadas?

Carlão – Entre os motivos que não conseguimos concretizar todos os projetos estão as consequências da pandemia e a queda na arrecadação da prefeitura. Uma de nossas prioridades é a iluminação da avenida São Bernardo, que conseguimos concluir o projeto, mas não teremos tempo hábil para a licitação. Esta obra será custeada com os recursos da CIP (Contribuição de Iluminação Pública).

Infelizmente também não será possível estender o horário de atendimento da Unidade de Saúde, até ás 23h, como estava em nossos planos, e a instalação das câmeras de segurança na entrada e saída da cidade também não foi possível.

O pagamento do dissídio atrasado dos funcionários e a conclusão do projeto de Autarquia do Serviço de Abastecimento de Água, também são pontos que ficarão em aberto.

O Semanário – Como você avalia os resultados de sua gestão como prefeito de Rafard? Faria algo diferente do que fez até hoje?

Carlão – Apesar do pouco tempo frente à prefeitura, acredito que conseguimos realizar um bom trabalho. Passamos por muitas dificuldades neste ano de pandemia e tantas incertezas. Tínhamos muito mais a conquistar pela cidade, mas não conseguimos alcançar todas as metas, mesmo assim tivemos investimentos importantes em todas as áreas e deixamos também vários outros projetos em andamento para a próxima gestão.

O Semanário – Encerrando seu mandato à frente do Executivo de Rafard, quais são suas futuras pretensões políticas?

Carlão – Nesse momento nossa prioridade é concluir o mandato e passar pela transição de governo com tranquilidade. Para o ano que vem, ainda estou analisando alguns convites para ocupar cargos públicos, ou irei permanecer junto à minha família dirigindo nosso comércio.

O Semanário – Que mensagem você deixaria para o próximo prefeito a partir de 2021.

Carlão – Desejo que o futuro prefeito, Fabinho, e seu vice Wagner, possam dar continuidade aos projetos que estão em andamento e fazer o melhor por nossa cidade. Administrar um município não é fácil, mas acredito que a nova gestão irá superar as dificuldades e fazer um bom governo. Desejo a eles muito sucesso e conquistas para Rafard.

O Semanário – Qual sua mensagem de final de mandato para os rafardenses.

Carlão – Quero agradecer a toda a população rafardense, aos funcionários da prefeitura e a todos que nos ajudaram e nos apoiaram nesta caminhada. Agradeço minha família e todos os amigos que sempre estiveram ao meu lado.

Minha mensagem aos rafardenses é que nossa cidade continua a crescer e prosperar. Peço desculpas se não cumpri com todas as metas planejadas, mas foram muitas as dificuldades no caminho. Da mesma foram agradeço imensamente pela oportunidade de aprendizado, crescimento e de ter contribuído para o bem de nossa cidade. Desejo um Ano Novo abençoado a todos.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo