Alexandre Teles

Carnaval, a festa das máscaras

Alexandre Teles

O Carnaval está chegando mais uma vez! Certamente é uma das festas populares mais conhecidas em todo o mundo. Turistas do mundo inteiro vêm para ver suas escolas de samba, suas roupagens bonitas, com seus carros alegóricos, com suas músicas, suas bandeiras.

Para quem olha desatentamente, parece até que é a festa da alegria, mas por trás desse brilho, dessa pompa, desse glamour, há muitas pessoas infelizes, aflitas, machucadas emocionalmente.

Esta festa é na realidade a festa das máscaras. Algumas pessoas se escondem atrás das máscaras, e outras se revelam através das máscaras. Então as máscaras não somente escondem, mas também revelam.

O Carnaval é a festa dos excessos. Excesso de bebida, excesso de exposição do corpo, a sensualidade, excesso de imoralidade, porque há um índice altíssimo de infidelidade e promiscuidade, de transmissão de doenças venéreas.

Diríamos que o Carnaval é a festa da sensualidade como não se vê em nenhum outro lugar do planeta. Mais ainda, o Carnaval é a festa do vazio. As pessoas aguardam o ano todo para chegar nessa época para irem às ruas para pular, dançar, beber, e na verdade, essas pessoas não encontram sentido na vida e tentam encher esse vazio através do carnaval.

O Carnaval também é uma figura da vida do homem sem Deus: um ano inteiro de preparativos, muita cor, luz, entusiasmo, para terminar na quarta-feira de cinzas, retornando a triste realidade da falta de paz, de amor, da miséria material e espiritual que domina grande parte do nosso povo. Tudo começa com o entusiasmo da alegria, mas por causa das paixões incontroláveis que há no íntimo de cada um a tendência é que as situações se deteriorem.

A verdadeira festa não termina em cinzas. A verdadeira festa é a da paz interior, da alegria no coração, é o bem estar emocional, é a paz com Deus, é o caminhar com Deus, é a harmonia nos relacionamentos dentro de casa.

É você viver bem consigo mesmo, com seu próximo, e principalmente com Deus. A verdadeira alegria não é uma circunstância, não é uma emoção, não é uma celebração. A verdadeira alegria é uma pessoa. A verdadeira alegria é Jesus. Quando você conhece Jesus, você celebra a grande festa da sua vida, festa esta que não dura apenas quatro dias, mas sim por toda sua vida.

Beba bastante neste Carnaval, mas beba da água que só Jesus Cristo pode dar. Em João 4.14 diz: “Aquele que bebe da água que Eu der nunca terá sede, porque a água que Eu der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a Vida Eterna”.

Que Deus, em Cristo Jesus te abençoe!

Alexandre Teles, serve ao Senhor Jesus Cristo na Igreja do Evangelho Quadrangular Catedral do Amor em Rio das Pedras.
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar