Região

Cavalo Árabe mostra toda a sua funcionalidade em provas realizadas em Tatuí

No último sábado (11), o Centro Hípico da cidade sediou a Exposição Internacional da raça, bem como a 2ª etapa do Circuito ANCAF

A funcionalidade do cavalo Árabe esteve em evidência no último sábado (11) no Centro Hípico de Tatuí/SP.

Afinal, o recinto sediou, de forma simultânea, as disputas de dois eventos da raça. Foram elas: a 27ª Internacional do Cavalo Árabe – que engloba provas de Halter e Performance – e a 2ª etapa do Circuito da Associação Nacional do Cavalo Árabe Funcional (ANCAF), com disputas de Três Tambores e Seis Balizas.

Joharra RP se destacou na Exposição Internacional do Cavalo Árabe. Foto: Divulgação/ABCCA

Ao todo, os eventos em Tatuí – promovidos pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Árabe (ABCCA) e que ainda contou com a realização da Copa do Brasil na quinta feira (9) e da Brazilian Breeders’ Cup na sexta-feira (10) – distribuiu R$ 130 mil em prêmios.

Deste total, R$ 21 mil foram destinados somente para o Circuito ANCAF, sendo R$ 15 mil para os campeões dos Três Tambores e R$ 6 mil para as Seis Balizas.

Os julgamentos dos animais, tanto no Halter quanto na Performance, ficarão a cargo de dois juízes dos Estados Unidos (Brian Ferguson e Corky Sutton), um do Uruguai (Diego Puente Etcheverry), além de dois brasileiros (Fábio Alberto Amorosino e Luiz Antônio M Rocco).

Vale destacar que os eventos seguirão todos protocolos de segurança a fim de evitar a proliferação da Covid-19 e suas variantes. Como, por exemplo, o uso de máscara facial foi obrigatório no recinto.

Internacional do Cavalo Árabe

Pela 27ª Internacional do Cavalo Árabe, ocorreram provas tanto de Performance quanto de Halter. Assim, nos julgamentos do cavalo Árabe montado, o treinador e apresentador Zezé Rodrigues se destacou ao aparecer três vezes no lugar mais alto do pódio.

Sobretudo, com as seguintes premiações:

– Western Pleasure Maiden Horse Estreantes, com Strong Osiris GV (Gran Osiris x Evora GV). O animal é de criação de Raphael Cavalheiro Casquel, do Haras Gran Via e expositor Vinicius Rosa Viana, Haras Viana Arabian Horse;
– Western Pleasure Young Horse – Novos, com Lady Miracle FWM (Fa El Shawan x Mega Star LL). O animal é de criação e exposição da Casa Branca Agro-Pastoril Ltda;
– Western Pleasure Open Class Aberta, com Prince Aladin FWM (El Tino x Jasmin FWM), de criação e exposição da Casa Branca Agro Pastoril;

“Foi uma maravilha. Apesar da Perfomance hoje ter tido um número menor, é muito bom quando você faz uma prova e é muito boa, independente do número de concorrentes.

Eu fiquei satisfeito. A gente treina bastante para isso aí, eu tenho uma equipe muito boa que me ajuda. Então, estamos na luta aí”, disse Zezé Rodrigues.

Já no Western Pleasure Sênior, o campeão foi Brigitte HVP ( Magnum Psuche x Dulcinea BHF) apresentados por Carlos Arruda. O animal é de criação e exposição do Haras VIla dos Pinheiros.

Joharra é de criação de Petra Hammer And Rocco Moliterno e propriedade de Agropecuária Vila dos Pinheiros. Foto: Divulgação/ABCCA

Por fim, nas disputas de Halter pela Internacional do Cavalo Árabe o prêmio de melhor Égua foi RP Joharra (WH Justice x Nevada V), de criação de Petra Hammer And Rocco Moliterno e propriedade de Agropecuária Vila dos Pinheiros. Finalmente, o cavalo que foi o grande vencedor da exposição foi Cash Del Tino JM (El Tino x Stig Justhine), de criação e propriedade de José Alves Filho, do Haras JM.

Circuito ANCAF

Encerrando com maestria as exposições em Tatuí, foram realizadas as disputas da 2ª etapa do Circuito ANCAF. Bruno Zanotta, presidente da entidade, conta que as provas contaram com um total de 90 inscrições, entre categorias e testes que foram feitos com cavalos mais novos.

“Teve uma procura e aceitação bem legal do pessoal que ficou assistindo as provas.

Quero agradecer ao Rodrigo Forte [presidente da ABCCA] e toda diretoria pela força que está dando ao cavalo Árabe de sela, bem como para as provas de Três Tambores e Seis Balizas.

E também por tudo que tem feito, pelo empenho para o cavalo Árabe estar tendo crescimento no mercado brasileiro”, frisa Zanotta.

Assim, nas provas de Três Tambores, os conjuntos campeões de cada categoria foram:

– Aberta Sênior: Hazine Luar x Luis Fernando de Oliveira, com o tempo de 17s029;
– Potro do Futuro: Vivenna Rach x Luis Fernando de Oliveira, com o tempo de 18s904;
– Feminino: FHJ Gabeon x Juliana Mirim Gonzales, com o tempo de 17s861;
– Amador: Aysha Sams x Vittoria Rocha de Oliveira, com o tempo de 17s903;
– Jovem: Rainan VCM x Nicole Gonçalves Serrano, com o tempo de 18s199;
– Cruza Árabe: Control Chamber Rach x Luis Fernando de Oliveira, com o tempo de 17s535;
– Kids: FHJ Gabeon x Heloisa Reggio Carneiro, com o tempo de 17s477;
Já os conjuntos campeões de cada categoria das Seis Balizas foram:
– Aberta: Hazine Luar x Luis Fernando de Oliveira, com o tempo de 24s585;
– Feminino: Mig Davon x Juliana Couto Faleiro, com o tempo de 27s493;
– Amador: Rainan VCM x Juliana Couto Faleiro, com o tempo de 24s929;
– Jovem: Mig Davon x Miguel Ferrari Santos, com o tempo de 25s052;
– Kids: Mig Davon x Maria Helena Faleiro Couto, com o tempo de 33s001;

Cavalo Árabe mostrou a sua funcionalidade nas disputas de três Tambores. Foto: Divulgação/ABCCA

“Por fim, quero agradecer aos criadores, competidores, treinadores e proprietários que inscreveram os seus animais nas provas de Três Tambores e Seis Balizas.

E os convido para a próxima etapa do Circuito ANCAF. Espero vocês lá”, finaliza o presidente da ANCAF.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content