DestaquesRafard

Clube de Rafard pede socorro e pandemia só piora a situação

Atividades canceladas, dívidas, falta de funcionários e vandalismo são só alguns dos problemas do único clube social e esportivo da cidade

Na última semana circulou através do aplicativo WhatsApp, vídeos com imagens do estado de abandono do Clube Social Esportivo de Rafard (CSER), que encerrou 2020, com pouco mais de 180 sócios.

Fechado, desde março do ano passado por causa da pandemia, as imagens divulgadas mostram vários problemas de falta de manutenção e limpeza, como na piscina, campo, vestiários, banheiros e depósitos.

Procurada pela reportagem do Jornal O Semanário, Celma Regina da Silva, responsável legal do clube, admite que há problemas de manutenção, e que o fechamento do CSER, por conta da pandemia, levou ao cancelamento de eventos que ajudavam a pagar as despesas, inclusive com funcionários.

clube-cser-rafard-2021
Piscinas estão sem tratamento e o entorno sendo ocupado pelo mato; Vigilância Sanitária de Rafard esteve no local (Foto: Wanderley Alves/O Semanário)

Ela relata que em 2020 foram cancelados dois bailes e os tradicionais campeonatos de futebol, além das atividades na piscina.

Em janeiro deste ano, já estava previsto o tradicional Baile do Caribe, que também não vai acontecer. Com essa queda de arrecadação, as condições do clube só pioram.

“Nós não temos caixa para voltar a pagar os funcionários do clube, ou contratar uma empresa para prestar serviço. O que deixou o clube neste estado foi uma soma de vários acontecimentos, como atos de vandalismo, que chegamos a registrar boletim de ocorrência, a falta de funcionários, tivemos problemas com as chuvas e até parte de um muro desabou”, conta Celma.

O mandato como presidente do CSER terminou em 2019, mas como não houve registro de uma nova chapa, Celma continua sendo a responsável legal do clube até que uma nova eleição aconteça. Sobre a situação divulgada nos vídeos, ela faz um apelo para que voluntários possam se juntar aos membros da Diretoria para um arrastão de limpeza.

clube-cser-rafard-2021-2
Quadra de areia foi tomada pelo mato e árvores necessitam de poda (Foto: Wanderley Alves/O Semanário)

“Sozinha eu não consigo, preciso de braços amigos para me ajudar a, pelo menos, fazer uma limpeza geral. Já temos um grupo de voluntários se formando e vamos organizar uma ação conjunta para reerguer o clube. Tenho confiança de que vamos conseguir com a ajuda dos nossos sócios e voluntários que gostam do clube”, desabafa a presidente, confiante no apoio voluntário.

O CSER continua fechado, sem previsão de reabertura. Com a classificação do município na fase amarela do Plano São Paulo de combate à COVID-19, as expectativas para a volta das atividades ainda são remotas.

Estrutura

O completo esportivo do CSER é formado por três campos de futebol society e duas quadras de vôlei de areia.
No completo aquático, o clube conta com três piscinas, sendo uma semi olímpica, uma média e uma pequena para as crianças.

Na parte social a estrutura é formada por uma salão de festas e também um quiosque para realização de churrascos.

Ao lado das piscinas se encontra o playground montado para as crianças.

O clube possui também um amplo estacionamento e uma sauna para os associados.

Confira o vídeo com a denúncia divulgado nos grupos do WhatsApp:

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo