Turismo

Coluna Turismo Paulista por Jarbas Favoretto

Estância Turística de Piraju

“Bonita por Natureza”, este é o slogan que se aplica para a Estância Turística de Piraju, importante cidade do Núcleo de Turismo das Represas que inclui Avaré e Timburi, entre outras.

Piraju é muito hospitaleira, tem bons e econômicos hotéis e um clima sempre agradável.

Aliás, toda a região de muitos municípios com os seus atrativos, de maneira que passara uns dias por ali é muito agradável.

Monumento em Piraju. Crédito: Ken Chu

A seus pés está o rio Paranapanema que, dos seus 900 km de extensão, 90 deles cortam o município.

É um rio de águas limpas, rico em peixes. Oferece passeios de barco e esportes aquáticos. Três represas estão à sua volta.

De Piraju à Timburi

Quando atuávamos em nossa Agência de Viagens sempre se organizou excursões para o que a Secretaria Estadual de Turismo batizou no época com o nome de “Núcleo de Turismo das Represas”.

Os nossos grupos, após um farto almoço de boas-vindas em Avaré, hospedavam-se em Piraju, no Hotel Beira Rio, um local privilegiado, com árvores cobertas de garças ao alvorecer e ao entardecer.

Entre os vários passeios pela cidade e pelo Clube bem à sua frente, sempre foi um sucesso o passeio de barco, ou em lanchas pelo rio Paranapanema indo até a linda cidade de Timburi.

Agradáveis passeios no PiraBarco

Tem Agência local que dá todo o suporte necessário, além do Departamento de Turismo da sua Prefeitura.

Outro atrativo muito agradável é saborear peixes num restaurante às margens do rio bem no centro da cidade.

Trilha da Independência

A cidade de Silveiras, quase na divisa com o Rio de Janeiro, situada na antiga pista da Estrada Rio-São Paulo, é uma de nossas jóias históricas.

Entre os seus muitos atrativos, ali você pode percorrer a ‘Trilha da Independência’ (1822) e conhecer as ‘Trincheiras’ (de 1842) e da Revolução Constitucionalista (de 1932).

Silveiras tem inúmeros prédios históricos. Crédito: Miguel Schincariol

Além do atrativo que é a Estrada dos Tropeiros, são também atrativos: a Praça, a Estátua, o Rancho, a Banca de Jornal dos Tropeiros, e até a cadeia de Euclides da Cunha.

A boa recepção por parte da sua população tem agradado a todos que visitam Silveiras.

Há muito que ver e a gostar na cidade, inclusive sua gastronomia e, por isso, os turistas têm sido para ali atraídos.

Silveiras é uma das nossas “Cidades Históricas Paulistas”.

Itapeva Turística

Uma cidade graciosa, bem no meio de uma região deslumbrante.

Este é o caso da cidade de Itapeva, quase em nossa divisa com o Paraná, e uma das cidades que tiveram origem pelas paradas dos tropeiros, que saiam do Rio Grande do Sul em sua longa caminhada até Sorocaba, no Estado paulista.

A famosa Fazenda Pilão D’Água, de Itapeva, com o seu casarão, a senzala e os muros de pedra, faz parte de um inestimável patrimônio histórico.

Cachoeira em Itapeva. Crédito: Aniello Vita

Também a Catedral de Sant’Ana construída em taipa no ano de 1785, se apresenta com relevante valor artístico.

Em 1881 construíram, em taipa, o Casarão que atualmente abriga a ‘Casa de Cultura’ onde se realizam os eventos culturais.

A cidade de Itapeva, além de canyon, cachoeiras e artesanato, também oferece a graciosidade dos coretos nas praças principais, tão agradáveis para os turistas.

Por Jarbas Favoretto, MTb 32.511 –agosto/2021

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content