Leondenis Vendramim

Deus, a Bíblia e a ciência 9

leondenis vendramim colunista
Leondenis Vendramim é professor de Filosofia, Ética e História (Foto: Arquivo pessoal)

Para os filósofos que creem que só é verdade o que a “Razão” entende ser verdade, Deus irracional. Eu também creio que Deus não é racional. E você leitor?

Os seres podem ser animados, aqueles que têm vida, como os animais e vegetais, ou inanimados, que não têm vida; os minerais. Os homens são animais racionais, isto é, possuem habilidade de pensar, raciocinar dada por Deus, obviamente, os irracionais não a possuem, todos os outros animais (aprendem condicionando-os).

E Deus? Qual é a Sua classificação? O homem consegue compreender racionalmente o seu Criador? Não! Não mesmo! Como entender Sua natureza? Ele é Espírito (Jo. 4:24), Criador do tempo, do espaço e de todas as matérias, então, Ele é atemporal e imaterial, não é limitado pelo espaço nem pela matéria.

A Física Quântica talvez explique um pouco, mas o inexplicável ainda é infinito, quanto mais os cientistas estudam, mais descobrem que há um mistério incomensurável a desvendar. Deus é inimaginavelmente o Criador da estrela Canis Majoris, 227.344 vezes maior do que a Terra, bem como do nucleotídeo do cromossomo (nucleotídeo tem 1 milésimo de milímetro dividido por 5 bilhões).

A distância da Terra à Canis Majoris é de 5 mil anos luz (47 quintilhões, 375 quatrilhões de Km!). Qual é o tamanho do espaço universal? Impensável! Deus criou o Universo pela Sua Palavra (Hb 11:3)! É racional?

Como o homem poderá entender Alguém que nunca teve começo, nem terá fim? Se Ele criou a razão, não depende dela, e como pode ajuizar sobre o que é belo, bom, saudável, ou, não (Gn 1)? Se não se constitui de matéria, não tem cérebro, nem razão, como pode amar? E Deus nos ama ((Jo. 3:16). Como consegue falar, entender, entristecer-Se, alegrar-Se..? Dá para entender Sua onipresença (estar em todos os lugares ao mesmo tempo) (Sl 139:7-12)? E Sua onisciência? Conhece até o pensamento de cada pessoa (Sl 139:2), nada foge ao

Seu saber!

A história de Israel é cheia de feitos de Deus que não podem ser racionais.

Os israelitas foram escravizados 430 anos pelos egípcios, tornaram-se ignorantes, paupérrimos, esquecidos de seu Deus e de sua cultura. Saíram livres e ricos, vaguearam 40 anos pelo deserto, suas sandálias e suas roupas não se estragaram, mesmo andando na areia abrasadora. É racional? Mais de 2 milhões de pessoas, homens, mulheres e crianças e milhares de gado, caçados pelos egípcios. Deus disse a Moisés, seu líder, para atravessarem o mar Vermelho. Como?

Moisés estendeu o bordão ao céu e Deus abriu no mar uma larga estrada margeada pelo paredão aquífero. Os fugitivos atravessaram e quando seus perseguidores, com carros e cavalos estavam no meio do mar, Moisés levantou novamente a vara e o mar fechou afogando-os (Ex 14:1-31).

Salvos cantaram com seu líder o cântico de salvação (Ex 15:1-22). Jeová repetiu o feito abrindo o rio Jordão para Josué e anos depois, a pedido de Elias, e novamente, a pedido de Eliseu (2 Re 2:8, 14). Esses milagres excedem à razão!

No deserto escaldante de dia, os israelitas eram protegidos por grossas nuvens, e à noite gélida, eram aquecidos pela coluna de fogo (Ex 13:21-22). Quando faltou água o povo clamou a Moisés e Deus resolveu o problema, Moisés bateu, o cajado numa enorme rocha e dela jorrou água para os milhões de sedentos e para todo o gado (Nm 20:2-13). Isso não é racional! Tiveram fome de pão e vontade de comer carne e revoltaram-se contra Moisés.

Mais uma vez Deus fez algo que a razão humana não consegue entender; um vento forte formado pelo Rei dos reis trouxe codornas, ave mui pequena, mas em tal quantidade, que comeram por um mês todo, e com ganância tal, que lhes causou vômito (Ex 16:1-3 e Nm 11:31-34).

Também despejou maná diariamente para colherem o que bastasse para aquele dia, pois, deixando para o dia seguinte criava bichos. Na sexta-feira deviam colher em dobro porque no sábado não deviam colher, mas deixando-o para o sábado, não apodrecia (Ex 16). Isso não é racional!

Quando Jesus esteve neste mundo curou cegos de nascença (Mc 8:22-26; Jo. 9:1,6-7); ressuscitou mortos (Lc 7:11-17; Lc 8:49-56; Jo. 11:14-45; andou sobre as águas do mar (Mc 6:49-50), aquietou a tempestade (Mt 8:26)… Muitas outras manifestações revelam um Deus que transcende a todos os racionais! Se não fosse assim, deixaria de ser Deus. Ele é o Deus Excelso a Quem louvo pelo Seu poder e amor.

ARTIGO escrito por Leondenis Vendramim, professor de Filosofia, Ética e História. Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar