Opinião

E foi em um dia 21 de abril que tudo começou…

Eu era criança, com meus 7 anos de idade e estava no primeiro ano. A escola e a prefeitura promoviam um concurso de desenho e eu arrisquei. Não lembro exatamente do desenho, mas lembro perfeitamente que era um Tiradentes numa cartolina. Era um concurso em homenagem ao dia dele, 21 de abril.

Lembrança inesquecível, guardo até hoje a coleção de livros ilustrados infantis que ganhei no concurso. Faz tempo que tudo isso aconteceu e marcou para sempre minha vida. Quem diria, que depois de tanto tempo, eu estaria aqui compartilhando com você, leitor. Mas tudo tem um propósito. Esse concurso foi o que talvez tenha me inspirado por longos anos da minha vida a me dedicar a arte.

Descobri desde pequena que arte não é só pintar desenho, mas faz parte. Se eu não tivesse desenhado e pintado, não teria ganho meus lindos livros, que por sinal, são super bem ilustrados.

É aí que eu quero chegar. Ilustrar livros é uma arte, escrever livros é uma arte, sua edição, enfim. Livros acabam se tornando filmes, peças teatrais, novelas. Em outras palavras, a arte está em todo lugar, só não enxerga quem não quer.

Quem dera se todo mundo parasse para ler um livro, quem dera se o mundo desse mais valor para a história, que é contada através da arte. Quem dera. Esse concurso me inspirou a criar concursos para crianças. Em Porto Feliz, criei o Concurso da Semana das Águas, em 2003 e lembro quando um dos meus ex-alunos pintou uma tela com uma mulher grávida. Ele comparou a importância da água com a água da vida. Seu nome era diferente, Stallone, talento nato. Assim como ele, muitos passaram pelas minhas mãos e muitos passarão.

Agora em Rafard, já estou fazendo planos para concursos de arte para as crianças. Berço da Tarsila, tem muito para nos inspirar. Que venham os pequenos talentos de Rafard.

Aguardem, se tudo der certo, em breve os conheceremos… Fica a dica!

Botão Voltar ao topo
Skip to content