Leondenis Vendramim

É tão fácil?

No estudo anterior vimos que não são as obras de caridade, a guarda da lei de Deus, as ofertas e dízimos, o bom proceder, que salvam, mas é unicamente pela fé em Jesus Cristo, Ele é o único meio de salvação.

Jesus morreu para salvar os maus. Mas é tão fácil assim? Os que n’Ele creem não têm nada a fazer? João diz, “Aquele que tem esta esperança purifica-se a si mesmo” (1 João 3:3).

Um homem perguntou a Jesus se seriam poucos os salvos, Ele respondeu: “Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque muitos procurarão entrar e não conseguirão e quando Deus fechar a porta, muitos ficarão de fora a bater e a pedir: Senhor, Senhor, em Teu nome nós pregamos, abre-nos, mas Ele responderá: apartai-vos de Mim vós que praticais iniquidade (Luc. 13:23-27). O apóstolo Tiago adverte: a fé sem obras é morta; Abraão foi salvo pelas obras, não somente pela fé (Tg.2:17).

E não há discordância. É dever resistir ao diabo, sujeitar-se a Deus, purificar o coração (Tg. 4:4-8), contudo, fala: a oração de fé salvará o doente e se houver cometido pecados serão perdoados (Tg. 5:15).

Paulo escreveu: a salvação é pela fé, não pelas obras (Gal. 3:11-12), e “Os que ouvem a lei não são justos diante de Deus, mas os que praticam a lei serão justificados” (Rom. 2:13).

Como explicar essa aparente contradição?

A fé, as boas ações e o amor se desenvolvem um ao outro. A fé desenvolve as boas ações e como Tiago expõe, se alguém diz ter fé, e vendo o próximo nu ou com falta de alimento, mas não lhe der as coisas necessárias, que proveito há nisso (Tg. 2:14-17)?

Foi esse o ensinamento de Jesus aos mestres da religião judaica com a parábola do bom Samaritano. O Mestre exaltou o Samaritano, cuja religião era menosprezada e repudiou a do Sacerdote e do levita que viajavam e ao encontrar pelo caminho, um homem muito ferido, passaram sem socorrê-lo.

Porém o samaritano parou, untou-o colocou-o no burro e o levou para ser curado, pagando suas despesas. Voltando a Tiago, é dito: “Vês a fé cooperou com as obras, e pelas obras a fé foi aperfeiçoada” (Tg. 2:22).

“Se Me amardes, disse Jesus, guardareis os Meus mandamentos (João 14:15) E outra vez: “Se guardardes os Meus mandamentos permanecereis no Meu amor (João 15:10). Quem se diz cristão, mas não guarda os Seus mandamentos é mentiroso (1 João 2:4).

A fé que não leva ao amor a Deus e ao próximo e à melhora do caráter é a respeito de Jó, Deus diz que ele era homem íntegro e reto, temente a Deus e se desviava do mal (Jó 1:1).

Os cristãos devem ter o mesmo sentimento que houve em Jesus Cristo, pois sendo Deus assumiu a forma de homem e humilhou-Se a ponto de morrer de maneira mais humilhante, a morte de cruz. (Fil.2:5-8).

O historiador Flávio Josefo, contemporâneo de Jesus, esclarece ser Jesus um homem bom e andava fazendo bem. Na cruz Ele orou a fim de que Deus perdoasse aqueles que O esbofetearam, zombaram, coroaram-No com espinhos, dilaceraram-No com chicote, cuspiram na Sua cara, pregaram-Lhe com rústicos pregos.

O próprio Deus admoestou a Caim, antes de matar seu irmão: porque andas irado, porque esse semblante carregado; se você proceder bem será aceito, o desejo vem sobre você, mas cabe a você dominá-lo (Gn. 4:6-7). Mas ele não dominou sua inveja e matou Abel.

Todos os seres humanos são de natureza má. O diabo sugere maus pensamentos e desejos proibidos; uma vez alimentados mentalmente leva-os a efeito.

É dever de cada um dominá-los, resistir ao desejo de responder asperamente às ofensas recebidas, a desejar alguém do sexo oposto que não lhe pertença, a cobiçar as coisas do alheio.

Estamos longe do Modelo, temos uma batalha contra o eu. Paulo, disse ter a mente de Cristo, mas confessou não ter alcançado o alvo, e prosseguia em direção ao Modelo Perfeito, Padrão de todo Cristão.

Os humanos só conseguirão a salvação se crer firmemente que Cristo morreu para pagar os seus desatinos e em gratidão a Jesus, esforçar-se por se tornar íntegro. Deus Se apiede de nós.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content