DestaquesRegião

Fim das restrições para o comércio

Confira o que pode funcionar e o que continua proibido, conforme decreto do Governo do Estado de São Paulo

A recomendação oficial do Governo do Estado é para que, mesmo com o relaxamento das medidas restritivas, a população ainda evite as aglomerações e que mantenha o uso de máscaras. 

Este apelo foi feito pelo governador João Doria, no mesmo dia em que ele anunciou o fim das restrições de horário e capacidade para os estabelecimentos comerciais em todo o Estado de São Paulo.

As restrições para o comércio e prestadores de serviço em geral terminaram na última terça-feira, 17 de agosto. Isso ocorreu após quase um ano e cinco meses de quarentena, para combater o avanço do coronavírus.

O decreto, já em validade, será seguido também pelos municípios de Rafard e Capivari. Segundo as prefeituras dos dois municípios, as restrições também terminaram para os comércios locais e prestadores de serviço. 

Desde a nova determinação, bares, restaurantes, comércio em geral e prestadores de serviços não trabalham mais com limite de horário e nem capacidade de ocupação reduzida.o-que-pode-e-o-que-não-pode-covid

Com o pronunciamento de Doria, também foram liberados eventos sociais, culturais e feiras corporativas, com controle de público.

No momento, continuam suspensos shows com público em pé, pistas de dança e torcidas de futebol em estádios. Estas atividades devem ser liberadas, caso os números da pandemia continuem em queda, somente a partir de novembro.

O Governo do Estado anunciou esta semana que pretende concluir todo o ciclo vacinal da população adulta, com pelo menos uma dose da vacina, até o final do mês de outubro. 

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content