DestaquesRafardRegião

Governo municipal e Corpo de Bombeiros discutem melhorias e solução para o 193

Foto: Divulgação/Prefeitura Rafard

O caso da criança engasgada em Rafard, salva pelos policiais militares, Cabo PM Alex e Cabo PM Genel, gerou grande repercussão na cidade. A família não conseguiu acionar o Corpo de Bombeiros pelo telefone de emergência 193 e recorreu ao 190 da Polícia Militar.

Diante dos fatos, na manhã de quarta-feira (19), o prefeito de Rafard, Carlos Roberto Bueno, recebeu a visita do Sargento Silva Júnior, da 1ª Estação de Bombeiros de Capivari. A reunião também contou com a participação do vereador, Alex Sandro Santos, do chefe de gabinete, Marcel Luis Bertelli, e da diretora Administrativo-Financeiro, Ivone Infante.

O objetivo do encontro foi buscar melhorias para o Corpo de Bombeiros, além de esclarecer a situação das chamadas telefônicas emergenciais ao número 193.

Segundo o Sargento Silva Júnior, atualmente, o Corpo de Bombeiros atende pelos telefones 3492-4044 e 3492-6398. Inclusive, as chamadas podem ser realizadas a cobrar.

Sobre o número 193, o sargento explicou que as ligações feitas por quem mora em Rafard são redirecionadas para outras Centrais.

“A solução do caso depende das redes de telefonia, as quais já foram contatadas para regularizar o uso do número”, garantiu.

“Mais uma vez agradeço ao Sargento Silva Júnior pela disponibilidade em nos atender. Sempre que precisamos, o Corpo de Bombeiros atua de maneira impecável, e isso nos traz um enorme conforto quanto a segurança da população. Espero que em breve a situação do número 193 esteja regularizada, pois esse contato rápido e prático e muito importante em casos de risco de morte”, destacou Bueno.

Atuação

A 1ª Estação de Bombeiros de Capivari atende as cidades Capivari, Rafard, Mombuca, Elias Fausto e o distrito de Cardeal.

Os Bombeiros atuam nas seguintes ocorrências de socorro:
– animais (em risco, agressivos, selvagens, serpentes, etc);
– insetos (somente abelhas que se encontrem agressivas, nos demais casos, vespas e abelhas transitórias ou que já se encontram no local, não cabe ao Corpo de Bombeiros, é serviço de apicultor)
– pessoas (acidentes de trânsito com vítimas, acidentes traumáticos pessoais (quedas) e do trabalho, acidentes com lesões corporais traumáticas (ferimentos graves), afogamentos, tentativa de homicídio, lesões graves e tentativa de suicídio, acidentes envolvendo choque elétrico ou queimaduras, partos de emergência e parada cardiorrespiratória).

A missão do Corpo de Bombeiros é “Preservação da Vida, do Meio Ambiente e do Patrimônio.”

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar