CapivariDestaques

Guarda Civil de Capivari salva criança de apenas oito dias de vida que engasgou com chá

Foto: Divulgação/Prefeitura de Capivari

A equipe do Canil da Guarda Civil de Capivari resgatou uma criança de apenas oito dias de vida que se engasgou com chá de camomila, na noite desta terça-feira, dia 30, na Avenida José Annicchino, no Residencial Santo Antônio. De acordo com a Carolina Dias, mãe da pequena Eloá Victória, a recém-nascida começou a apresentar sinais de engasgo meia hora após ingerir a bebida.

A equipe que fez o resgate estava no bairro Castelani quando foi acionada para atender a ocorrência. Diante da gravidade da situação, a viatura cruzou a cidade em menos e cinco minutos já estava prestando os primeiros atendimentos.

Enquanto a equipe do Canil seguia em direção ao local, o Guarda do Centro de Operações passava as instruções de como a mãe da criança deveria proceder. Assim que pegou a criança no colo, já em estado grave e sem respirar, o Guarda Civil R. Souza fez os procedimentos de primeiro socorros para reanimar a criança, usando, inclusive, a manobra de Heimlich.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Capivari

Uma outra equipe da Guarda Civil se deslocou até pronto-socorro da Santa Casa para preparar e agilizar o atendimento quando a criança chegasse. Foi preciso fazer sucção, conhecida também como respiração boca a boca, para que a pequena Eloá voltasse a respirar.

“Quando cheguei ao local, a primeira coisa que eu fiz foi orar e pedir pra Deus me dar sabedoria para que permitisse que a criança vivesse. E ele me atendeu”, contou R. Souza, emocionado ao lembrar do ocorrido.

O secretário de Segurança Pública elogiou todos os envolvidos na ocorrência e parabenizou pela forma como tudo aconteceu.

“Todos os Guardas atuaram de forma conjunta para que a situação terminasse da melhor maneira possível.

Graças à competência da corporação deu tudo certo. Isso reforça o nosso compromisso com a sociedade e mostra que a população pode contar conosco 24 horas por dia, sete dias por semana”, finalizou.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Capivari

Na tarde desta quarta-feira, os Guardas que atenderam a ocorrência visitaram a Eloá para saber se estava tudo bem e para levar um presente para a criança.

“Eu estava muito nervosa na hora, não me lembro de nada. Apenas sei que os Guardas chegaram rápido e salvaram minha filha”, disse a mãe ao agradecer.

Botão Voltar ao topo
Skip to content