Leondenis Vendramim

Influência Hindu e Grega na nossa cultura

leondenis vendramim colunista
Leondenis Vendramim é professor de Filosofia, Ética e História (Foto: Arquivo pessoal)

Há pouco tempo a “Globo” exibiu uma novela sobre a Índia. Você assistiu ao filme “Avatar”? Conhece a marca “Brahma”, os carros “Azera” e “Mazda”; Praticou yoga, astrologia, ouviu sobre “Crishna”, “Devas”?

 

Crê na existência do inferno e purgatório? Estes são alguns deuses e crenças hindus, nada tem a ver com os ensinos bíblicos! O hinduísmo exerceu forte influência sobre o Mitraismo persa, sobre a filosofia e religião greco-romana. Essas culturas têm deus para tudo, crenças em comum, seus deuses têm funções semelhantes, ritualismos e doutrinas similares.

 

Uranus (céu), Zeus, filho de Reia e Cronos (Tempo), Caos (cisão) gerou Nix (Noite) e Érebo (Escuridão) dos pedaços do seu corpo. O escritor Ovídio, deu a Caos o conceito de confusão; Eros gerou Antero, Geia (Terra) e Tartarós (Abismo). Estes eram os principais deuses gregos. Comparemos alguns deuses: os hindus (negritos); mitraistas (azuis); gregos (comuns); romanos (vermelhos).

 

Brahma = Mazda = Caos, Zeus e Apolo = Jupter – deus da criação e reencarnação; o mais adorado.

 

Shiva e Yama = Arimá = Tartarós, Caco = Vulcanus e Plutão – deus da destruição, doenças e morte; castiga os maus no abismo em fogo eternamente.

 

Shakti e Bravani = Hera = Cibele, Reia = Juno – São as mães dos deuses.

 

Saraswati = Atena e Musas = Minerva = Musas – deusas da sabedoria da música e artes.

 

Lakshmi = Fortuna = Fortuna – deusa do dinheiro e da riqueza.

 

Parvati = Afrodite, Vênus – deusa do amor, do sexo e da fertilidade.

 

Surya = Mitra = Apolo e Hélio, Febos e Sol – habita no Sol. Domingo, é o dia dedicado a ele; nesse dia seus devotos comem só uma refeição e fazem suas orações.

 

Artemis = Diana, Luna – deusa da Lua, da caça e da pureza.

 

Ares = Marte – deus da guerra.

 

Kali = Perséfone e Deméter = Ceres = deusas da Agricultura, e das estações.

 

Dionisio = Baco – deus do vinho, festas e orgias.

 

Agni = Hermes = Mercúrio – deus do comércio, do fogo, da guerra, protetor dos viajores. Possui dez mães e dois pais.

 

Krishna deus da yoga, meditação e amor, é a mais poderosa encarnação hindu.

 

Ramá e Avatar são reencarnações de Vishnu, personificam a humanidade. Ramayana é o festival de adoração a Ramá.

 

Hanuman – deus das causas impossíveis; revela que todos têm poder ilimitado para enfrentar as adversidades (comum nos filmes de lutas orientais).

 

Indra = Mazda = Zeus = Jupter – deus da guerra, dos rios e das chuvas, monta um elefante branco, possui quatro braços.

 

Varuna = Mazda = Zeus = Jupter deus da imortalidade.

 

Kartikeya com seis cabeças e doze braços, é o deus da guerra.

 

Tara = Arimá = Megera, Tsífone, Alecto =  Satan – demônios  

 

As doutrinas do inferno e purgatório são comuns no hinduísmo, Mitraísmo, religião grega, romana e catolicismo. Todas essas religiões, teogonias e cosmogonias eram regidas por leis e penas de morte. Os deuses gregos Hecatônquiros com 100 braços e 50 cabeças são cópias dos deuses hindus. O Mito da Caverna de Platão é baseado nessa filosofia.

 

A festa mitraista foi estabelecida no dia 25 de dezembro em honra ao nascimento do deus pagão Sol (proibida pela Bíblia Dt. 17:2-3). Dezembro é tempo de inverno rigorosíssimo e muita neve, é tempo quando o sol vai reaparecendo após o solstício do inverno naquela região; José e Maria não poderiam viajar, prestes a dar a luz, a uma criança sem roupa adequada, e os pastores não poderiam pastorear à noite (Luc. 2:1-8). A guarda do domingo em honra ao “Invicto Deus Sol” do mitraísmo, decretado por Constantino em 321, foi ratificado pelo Papa Júlio I em 325 no Concílio de Niceia. Ver: Carta Apostólica “Dies Domini”. Papa João Paulo 2º. 31/5/1998.

 

As reuniões, os ensinos secretos aos iniciados e mestres, ritos, símbolos, a trindade, a reunião dos iniciandos, quando usam mel, sal, avental, mostra que a Maçonaria é uma retratação do mitraismo e honra ao deus Sol. 

ARTIGO escrito por Leondenis Vendramim, professor de Filosofia, Ética e História. Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios