DestaquesRafard

Itapeva, limpeza pública e inclusão foram pauta da sessão de Câmara em Rafard

Na pauta da Ordem do Dia, da 2ª Sessão Ordinária do Legislativo de Rafard, realizada na quarta-feira (17), estava prevista apenas a votação de um Requerimento e uma Moção de Congratulações.

A moção, de autoria do vereador Rogério Dias Rodrigues, foi aprovada por unanimidade e concedida ao consultor de negócios da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), Marcus Marcelus Bueno, pelos serviços prestados em Rafard e região.

O Requerimento 012/2021, de autoria do vereador Luís Fernando Zape, que solicita informações ao Executivo sobre as áreas de terra localizadas no final da rua Colonização, também foi aprovado por unanimidade.
Confira o que foi destaque na fala dos vereadores durante o uso da tribuna livre:

Rodolfo Minçon (Foto: Wanderley Alves)
Rodolfo Minçon (Foto: Wanderley Alves)

Rodolfo Minçon

O primeiro a usar a tribuna foi o vereador Rodolfo Minçon. Ele anunciou a vinda de recurso no valor de R$ 250 mil para uso na recuperação das estradas rurais, em serviços como drenagem e cascalhamento.

Também foi citado pelo vereador a urgência na construção de lombadas na avenida dos Moreiras, onde há relatos excesso de velocidade por parte de alguns motoristas.

Minçon, que é vereador e funcionário público municipal, citou as publicações em redes sociais, de acusações e ofensas dirigidas aos funcionários da Prefeitura de Rafard. Ele entrou em defesa dos funcionários e afirmou que acusações não podem ser toleradas, e que denúncias, munidas de provas, devem ser feitas diretamente aos órgãos competentes.

Luis Fernando Zape (Foto: Wanderley Alves)
Luis Fernando Zape (Foto: Wanderley Alves)

Zape

O vereador Luís Fernando Zape falou sobre o Projeto de Lei, de sua autoria, que prevê alteração na Lei Municipal 699/1989, que dispõe sobre a gratuidade de transporte de portadores de deficiência em transporte público no município.

Zape explicou, que a referida Lei precisa ser atualizada, para que passe a atender portadores de outras deficiências, como os autistas. Ele citou também, uma de suas propostas de projeto de lei, que é a emissão da carteirinha de identificação dos portadores de autismo.

Em sua fala, citou ainda, a limpeza pública na cidade e a atenção do Executivo na limpeza da área do bairro da Bomba, onde foram demolidas as casas da área de risco.

Doca (Foto: Wanderley Alves)
Doca (Foto: Wanderley Alves)

Doca

O vereador Doca começou sua fala agradecendo o trabalho da prefeitura no cascalhamento das estradas de Itapeva. Ele também alertou sobre os veículos em alta velocidade na avenida dos Moreiras, e cobrou a implantação de lombadas.

No bairro popular, Doca sugeriu a instalação de mais academias ao ar livre, com atenção na parte baixa do bairro. No bairro Sete Fogões, Doca também sugeriu parcerias para atendimentos na Saúde e na creche. Ele afirmou que estará acompanhando o prefeito Fábio dos Santos em reunião na Prefeitura de Tietê, para firmar o projeto.

Doca encerrou sua fala, defendendo um convênio entre a Polícia Militar e Guarda Civil, para que os guardas possam ter mais poder de atuação no município, inclusive com aplicação de multas de trânsito.

Marcelo da Silva (Foto: Wanderley Alves)
Marcelo da Silva (Foto: Wanderley Alves)

Marcelo da Silva

O vereador Marcelo falou sobre um problema de acúmulo de água no final da rua Martim Francisco, no Centro da cidade. Ele afirma que esteve no local e que há constante acúmulo de água, inclusive com risco de proliferação da dengue.

Sobre o bairro Lurdes Abel, Marcelo falou sobre a necessidade de obras para a construção de mais escadas de acesso, e também a solução de problemas de acúmulo de água. A limpeza, inclusive com foco na parte baixa da Popular, foi lembrada pelo vereador, que citou o relato de uma moradora, que por conta do mato alto, foi picada por um escorpião.

Ernesto Brigatti (Foto: Wanderley Alves)
Ernesto Brigatti (Foto: Wanderley Alves)

Ernesto Brigatti

Brigatti pediu atenção do Executivo sobre as más condições de trabalho dos funcionários que estão nos poços artesianos e bombas de abastecimento de água. Ele cobrou a construção de banheiros, iluminação e abrigo nos poços.

O vereador reforçou ainda a importância da arborização no município, através de um projeto de plantio de árvores. A necessidade da abertura de uma lotérica no bairro Popular, também foi um de seus assuntos, e citou também os problemas de acesso à energia elétrica no bairro Itapeva.

Pedrinho da Rosa (Foto: Wanderley Alves)
Pedrinho da Rosa (Foto: Wanderley Alves)

Pedro Rosa

O vereador Pedrinho falou sobre o Projeto de Lei de sua autoria que prevê a instituição, em Rafard, do Dia das Pessoas com Necessidades Especiais. Visando a realização de atividades e iniciativas de conscientização.

Outro assunto de Pedrinho foi sobre o bairro da Bomba, que há anos sofre as consequências de uma vertente contínua de água na última rua do bairro. Ele afirmou que o caso é antigo, e que perdura por mais de 30 anos.

Pastor Rogério (Foto: Wanderley Alves)
Pastor Rogério (Foto: Wanderley Alves)

Pastor Rogério

O vereador Rogério também falou sobre a Fazenda Itapeva, citando as questões ligadas a documentação e serviços de energia. Ele também fez a solicitação de placas com nomes das ruas, a começar pelo bairro da Bomba. Outra cobrança diz respeito à limpeza da área onde foram demolidas as casas do perímetro considerado área de risco.

A construção de mais escadas e rampas de acesso no bairro Lurdes Abel também foi tema da fala do vereador na tribuna. Ao final, ele elogiou a iniciativa do governo municipal, de permanecer com a distribuição de medicamentos na Unidade de Saúde, em pontos facultativos e feriados.

alexandre-fontolan-eleito-presidente-da-câmara-de-rafard
Alexandre Fontolan, presidente da Câmara de Rafard (Foto: Túlio Darros)

Fontolan

O presidente da Casa, Alexandre Fontolan, resumiu a reunião com a CPFL, na semana passada, e citou os temas discutidos, como a poda de árvores e a construção da subestação de energia no Distrito Industrial.

Ele falou sobre a emenda parlamentar, através do deputado federal Carlos Sampaio, no valor de R$ 200 mil para a reforma do salão social do Centro Esportivo Reinaldo Fontolan. Outro assunto foi o parcelamento do pagamento de alvará dos comerciantes, uma medida adotada pela atual gestão, que já havia sido tema de suas indicações.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo