DestaquesRafard

Lama escorre de barranco e moradores do Lurdes Abel cobram providências

Falta de planejamento em obras do governo anterior causam transtornos e moradores da Popular querem uma solução urgente

Uma equipe de funcionários da Prefeitura de Rafard esteve na tarde de quarta-feira (20) na rua principal de acesso ao Conjunto Habitacional Lurdes Abel, na Popular, para fazer a limpeza da lama que tomou conta de boa parte da entrada do bairro.

Moradores reclamam que toda vez que chove, desce uma grande quantidade de lama do barranco, que fica na frente do acesso ao bairro, e chega a invadir as casas, garagens e toda a extensão da rua.

Um dos casos mais graves, aconteceu com a moradora Cristiana de Souza Conceição, socorrista da Concessionária Rodovias do Tietê. Ela conta que na manhã de quarta-feira (20), sofreu um acidente ao chegar no bairro, após sua moto derrapar no asfalto, por causa da grande quantidade de lama.

Moradora se acidentou com a moto devido ao barro que acumulou no asfalto do bairro (Fotos enviadas pelo leitor)
Moradora se acidentou com a moto devido ao barro que acumulou no asfalto do bairro (Fotos enviadas pelo leitor)

“Minha moto derrapou na lama e eu caí. Só não fiquei mais machucada, por conta do uniforme que amorteceu a queda. Teve estragos na minha moto, que é meu único meio de transporte para o trabalho”, conta Cristiana, que teve escoriações nas pernas e braços.

A situação causa transtornos também para moradores como a dona de casa Tatiane Carvalho Galbier.

“O problema com a lama aqui está demais. Toda vez que chove, a gente tem que tirar a lama da frente de nossas casas. Nesta última chuva, eu tirei sete carriolas de barro da frente da minha garagem para conseguir sair com o carro”, conta.

Quem também reclama da situação é a professora Fátima Sônia F. P. Alves. Ela explica que quando chove, toda a água passa pelo barranco e desce pelas ruas do bairro.

“Já aconteceu de, em dias de chuva forte, eu ficar puxando a água da garagem até parar a chuva, se não ia entrar lama até na minha casa”, revela.

Prefeito Fabio dos Santos esteve no bairro Lurdes Abel para analisar situação (Foto: Reprodução/Facebook)
Prefeito Fabio dos Santos esteve no bairro Lurdes Abel para analisar situação (Foto: Reprodução/Facebook)

Providências

Além da limpeza para a retirada da lama, a Prefeitura de Rafard informou em nota, que será providenciado o nivelamento para consertar o barranco e vai ter o plantio de grama para evitar o deslizamento de terra.

“Vamos pedir um estudo para verificar se há problemas com o escoamento de água, ou se foi por conta do grande volume de chuva. O que temos a dizer é que estamos trabalhando para resolver este e outros tantos problemas herdados. Sabemos da urgência necessária para solucionar os problemas, mas infelizmente, não é no tempo que gostaríamos”, esclarece o prefeito Fábio dos Santos, que esteve no bairro para avaliar a situação.

Sobre a colocação de escadas para acesso ao bairro, outro pedido também apontado pelos moradores, o governo municipal explicou que este é um compromisso assumido com as famílias do Conjunto Habitacional, e que será cumprido o mais breve possível.

“As escadas é um compromisso assumido com os moradores, e serão inclusive, com acessibilidade. Quanto ao prazo para que isso aconteça, isso ainda não consigo dizer. Estamos trabalhando e peço a compreensão de todos”, explica Fabinho.

Rua Eugênio Tezotto virou um rio durante as chuvas e causou transtornos aos moradores (Foto enviada pelo leitor)
Rua Eugênio Tezotto virou um rio durante as chuvas e causou transtornos aos moradores (Foto enviada pelo leitor)

Alagamento

Outro assunto com constantes reclamações dos moradores diz respeito ao alagamento da rua Eugênio Tezotto, também na Popular. Nos últimos dias, por conta do grande volume de chuvas, a rua ficou tomada de água, chegando a invadir calçadas, casas e garagens.

No final de 2020, foi iniciada uma obra de retirada dos paralelepípedos para posterior asfaltamento da rua. Sem o pavimento e com a paralisação da obra devido ao recesso de fim de ano e por causa das chuvas, a rua ficou tomada pelo barro.

Sobre a situação, o prefeito Fábio dos Santos explicou que a lama é decorrente das obras, e que o problema será solucionado com o término do serviço, ou seja, com o asfaltamento do local.

“Em minha opinião, essa obra começou no momento errado e faltou planejamento, para que ela pudesse ser feita da melhor maneira possível. A única coisa que temos a fazer nesse momento, é cumprir o prazo e executar da melhor maneira possível, para acabar com estes transtornos”, disse o chefe do Executivo.

As obras de pavimentação na Eugênio Tezotto estão sendo executadas com recurso Federal. O contrato, de pouco mais de R$ 343 mil, tem contrapartida da Prefeitura de Rafard, no valor de R$ 145 mil. O prazo de término previsto em contrato é 14 de março deste ano.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo