Rafard

Legislativo vota Orçamento 2021 e encerra as atividades do ano em sessão tranquila

Na terça-feira (8), foi realizada a última sessão ordinária da Câmara Municipal de Rafard no ano de 2020. Essa foi também a última dos vereadores que compõem a Legislatura 2017/2020.

Com apenas uma propositura para votação, a câmara encerrou seus trabalhos aprovando, por unanimidade, o Projeto de Lei 26/2020, que estima a receita e fixa as despesas do Executivo para 2021, em R$ 50.030.000,00.

Nem todos os vereadores usaram a tribuna livre. Alexandre Ferraz Fontolan, Felipe Diez Marchioretto e Daniel Teodoro não falaram na última sessão.

De modo geral, os que se pronunciaram, Mário Severino da Silva, Fábio dos Santos, Wagner Bragalda, Ângela Barboza, Alex Sandro dos Santos e Marco Brigati, fizeram uma retrospectiva de suas conquistas e agradecimentos ao final do mandato.

Troca das cadeiras

As cadeiras do Legislativo de Rafard terão novos nomes em 2021. Dos nove, da composição atual, apenas dois tentaram a reeleição. São eles Alexandre Ferraz Fontolan, reeleito com 285 votos, e Mário Severino da Silva, com 73 votos, que não conseguiu se reeleger.

Outros três vereadores foram para a disputa de prefeito. Fábio dos Santos, Ângela Barboza e Alex Sandro dos Santos. Para vice, disputou, ao lado de Fabinho, o vereador Wagner Bragalda. Para os próximos quatro anos do Executivo foram eleitos Fabinho e Wagner Bragalda.

Os outros três nomes da atual Legislatura decidiram ficar fora da política nas últimas Eleições – Marco A. Brigati, Daniel Teodoro e Felipe Diez Marchioretto.

Quem fica é o vereador Alexandre Fontolan, que vai compor o Legislativo 2021/2024, com outros quatro nomes já conhecidos na vereança. Retornam para mais um mandato os eleitos Alaércio Scarso, Ernesto Brigati, Rodolfo Minçon e Luiz Antonio Ferreira Brito, o Doca. Para completar o time vem os ‘novatos’: Rogério Dias Rodrigues, Marcelo da Silva, Luís Fernando Zape e Pedro Reinaldo Rosa.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo