DestaquesRegião

Luzes e balões da cor azul são marcas da campanha pelo Autismo

A REUNIDA – Rede Unificada Nacional e Internacional pelos Direitos dos Autistas -, em parceria com a Prefeitura e Câmara Municipal de Rafard, realiza nesta sexta-feira (2), a Campanha “Acenda a Luz Azul”, uma alusão ao Movimento Mundial “Light it up Blue”, que visa chamar a atenção para a condição do Autismo e os direitos das pessoas autistas.

Segundo uma das conselheiras do REUNIDA, Adriana Guimarães, mãe de um autista e uma das representantes do movimento em Rafard, a ação, adaptada aos protocolos de prevenção à pandemia, prevê o incentivo para que os órgãos municipais e também moradores se unam na campanha, acendendo luzes azuis ou colocando balões ou tecidos, também na cor azul, nos prédios e sacadas das casas, no dia 02 de abril, data da Conscientização Mundial sobre o Autismo.

A Rede também irá promover uma Live no dia 09 de abril, às 11h, com o tema: A importância do Acolhimento no TEA (Transtorno Espectro Autista).

Voluntária-Valéria-auxilia-alunos-autistas-em-aulas-remotas
Voluntária Valéria auxilia alunos autistas em aulas remotas (Foto: Arquivo pessoal)

Projeto Educacional

Outra iniciativa, voltada para a valorização dos autistas, e que está superando as limitações da pandemia, é da Associação Unidos pelo Autismo, fundada em 2020, e que tem representantes de Capivari e Rafard.

Com o objetivo de promover o atendimento com qualidade na Saúde, Educação e Inclusão das pessoas autistas, a Associação começou a desenvolver um Projeto Educacional de acompanhamento do rendimento escolar dos alunos autistas, durante o período das aulas remotas.

Os alunos recebem acompanhamento e auxílio para garantir o bom rendimento das aulas.

“Sentimos a necessidade de criar um projeto para reduzir os impactos da defasagem escolar dos alunos autistas durante a pandemia. Os resultados estão sendo positivos”, explica Antônia Valéria P. Andrade, que é autista nível leve, formada em Fisioterapia e vice-presidente da Associação Unidos pelo Autismo.

Outros projetos de atendimento aos autistas e acolhimentos de suas famílias são ofertados pela Associação. Por conta da pandemia, as ações estão suspensas, mas devem ser retomadas, logo após a fase emergencial.

Os projetos oferecem, de forma gratuita, terapia com o adestramento de cães, oficinas de arte e artesanato, capacitação de profissionais sobre as características do Autismo, e em breve, o projeto é abrir um Centro de Fisioterapia.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo
Skip to content