19 99646-7010 19 3496-1747

Moradores reclamam de onda de roubos em área rural de Elias Fausto

29/06/2015

Moradores reclamam de onda de roubos em área rural de Elias Fausto

Foram ao menos dois assaltos em uma semana; Guarda Municipal tem apenas dois guardas e uma viatura para fazer as rondas na cidade, com extensão de mais de 200 quilômetros quadrados
Moradores têm preferido ficar em casa com medo de assalto  (Imagem: Reprodução/EPTV Campinas)
Moradores têm preferido ficar em casa com medo de assalto
(Imagem: Reprodução/EPTV Campinas)

ELIAS FAUSTO – Moradores da área rural de Elias Fausto têm preferido ficar dentro de casa ultimamente. Eles estão com medo da onda de assaltos em sítios e chácaras que têm ocorrido no último mês. Somente há duas semanas foram registrados dois assaltos nesse tipo de residência. O município possui apenas uma viatura e dois guardas municipais para fazer as rondas em uma região com mais de 200 quilômetros.

Na semana passada, o prefeito Laércio Betarelli (PSDB) enviou um e-mail à EPTV lamentando a falta de estrutura da Guarda Municipal (GM). A Secretaria de Segurança Pública (SSP), por sua vez, informou que os casos estão sob a investigação da Polícia Civil. A SSP também garantiu que a Polícia Militar (PM) realiza patrulhamento diário na zona rural de Elias Fausto.

Violência

Uma quadrilha assaltou dois sítios na madrugada de sábado, 13, no bairro Saltinho, e fez pelo menos dez reféns. De acordo com a PM, quatro homens armados e encapuzados renderam um morador que estava na estrada que dá acesso ao bairro. Os suspeitos roubaram dinheiro, carro, eletrônicos, roupas, calçados e celulares das residências. Eles ficaram três horas no local.

Uma mulher, que não quis se identificar, contou que bandidos também entraram em seu sítio há 15 dias, mas não conseguiram acessar o interior da casa, que estava trancada. A insegurança é muito grande, segundo ela. A moradora afirmou ainda à EPTV que a Prefeitura suspendeu a ronda rural na região e, quando a comunidade precisa, os guardas demoram mais de uma hora para chegar.

Com informações do G1.