Denizart Fonseca

O destino da Terra e seus habitantes

denizart fonseca colunista
Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário (Foto: Arquivo)

Desde tempos remotos, o ser humano apresenta uma aparente infindável curiosidade quanto a sua origem, indagando constante e incessantemente qual na sua exata origem, qual o verdadeiro lugar de onde veio e qual o propósito de sua creação, em uma característica do homem, a curiosidade.

Podemos dizer que generalizando, a humanidade se divide em dois grandes grupos em busca de encontrar a resposta a estas perguntas. No primeiro grupo encontramos os cientistas, físicos, químicos, astrônomos etc., estudando leis e princípios, procurando cada vez mais, respostas concretas que provem suas teorias.

No outro grupo temos os religiosos e adeptos das mais variadas crenças, sociedades e organizações quer sejam de caráter conservador ou iniciativos, afirmando insistentemente, que não apenas os homens, mas também todo o Universo, devem sua existência a uma Força Creadora chamada Deus.

Mas, seja qual for o aspecto assumido para este assunto, científico ou espiritual, o fato é que ambos os lados demonstram certa preocupação para o esclarecimento dessa dúvida. De um lado, os cientistas afirmando que o Universo e os seus habitantes são frutos de uma grande explosão ocorrida há aproximadamente 15 bilhões de anos, denominada Big Bang. De outro lado, os religiosos propondo que Deus é o Creador.

Deus ou Big Bang. Qual deles foi o verdadeiro Creador do homem e do Universo? Aparentemente, duas soluções são possíveis: ou Deus é o Creador ou o Big Bang é o Criador, havendo uma terceira hipótese como tentaremos demonstrar.

Para se compreender melhor esta nova possibilidade, será necessário examinarmos com detalhes, cada uma destas duas teorias a começar pela científica, do Big Bang. Os cientistas admitem que o Universo e tudo o que nele está contido (planetas, estrelas, pessoas, água, terra, plantas etc.) tenha surgido de uma Grande Explosão, como foi citado acima. Essa Grande Explosão (Big: grande; Bang: explosão) era, em seu passado, uma enorme quantidade de matéria concentrada em um único ponto.

Em outras palavras, toda a matéria do Universo que hoje conhecemos estava compactada naquele ponto, que teriam mais ou menos o diâmetro do nosso atual Sistema Solar. Esta matéria estava tão concentrada que passou, assustadoramente a se aquecer e não podendo mais suportar tanta energia fornecida pelo calor, explodiu. A partir desta grande explosão surgiu tão vasto e complexo Universo, que nada mais é do que uma evolução daquela mesma explosão e que continua, se expandindo a uma inacreditável velocidade. (Segue)

Cidadania

Enclausurados, em nosso lar, nos protegendo do terrível mal que há meses vem ceifando milhares de vidas, devemos em oração continuar suplicando ao nosso Pai Celestial, que através de Seus Mensageiros de Luz, nos forneça coragem para, com fé e resignação, conseguirmos ultrapassar essa caótica fase que passa o planeta Terra e seus habitantes.

Compreendendo não haver na Justiça Divina falha e que nada acontece, antes, depois ou por acaso, certamente esta geração está simplesmente “colhendo o que plantou” agora ou em passadas.

Dependendo da sua capacidade e evolução espiritual, cada um, analisando em autocrítica tudo que fez de positivo e negativo, assim como dos bens que tendo oportunidade, deixou de fazer, certamente agradecerá até pelas dores que merecidamente sofre.

Assim seja.

ARTIGO escrito por Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário. Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar