Alexandre Teles

O Deus desconhecido 10

Alexandre Teles

Que a paz do Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja em seu coração.

Continuando o estudo de Atos 17.22-31, estarei hoje dizendo sobre algumas reações à mensagem de Paulo sobre o Deus desconhecido.

Foram várias as reações dos atenienses depois que ouviram a mensagem de Paulo. Na semana passada citei sobre as pessoas que adiaram. Hoje estarei falando sobre os que creram após ouvir a mensagem de Paulo.
Dionísio e alguns atenienses creram. Houve salvação na cidade da filosofia. Paulo fincou uma bandeira do cristianismo no topo do Areópago.

Louvado seja o Senhor porque o Evangelho é o poder de Deus para a salvação de todo o que crê (Rm. 1.16). A palavra que sai da boca de Deus não volta para Ele vazia (Is. 55.11).

Minha oração é para que, assim como em Atenas alguns creram, você também possa crer e receber de Cristo a vida eterna. Esta vida maiúscula, superlativa, abundante e eterna é o grande presente de Deus para você. Não há glória nenhuma neste mundo e nesta vida que possa ter o brilho e o fulgor desta nova vida que Jesus lhe oferece. Tudo o que você granjear nesta vida, aqui na terra ficará.

Você não poderá levar sua riqueza e seus diplomas para a eternidade. Não há caminhão de mudança em enterro. Mas ao entregar sua vida a Cristo, você recebe o dom da vida eterna, torna-se filho de Deus, herdeiro de Deus, co-herdeiro com Cristo, coparticipante da natureza divina e cidadão dos céus.

Esta é a maior de todas as decisões. Ela define o seu destino eterno. Não há nenhuma possibilidade de você entrar no céu pelos próprios méritos. A salvação não vem pelas obras. A salvação é de graça e nos é dada pela fé.

Mas, o que é fé? A questão básica não é a fé, mas o objeto da fé. Muitos afirmam que o importante é ter uma religião e ser um seguidor sincero. Outros dizem que toda religião é boa e que todas conduzem a Deus. Mas isto não é verdade. Religião nenhuma pode nos levar a Deus.

Só Jesus Cristo pode nos conciliar com Deus. Só Ele é o caminho para o Pai. Não basta ser sincero. Não basta ter fé. Existe muita gente sincera enganada. Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte.

Não adianta saber que Deus existe. Esta fé até os demônios tem, e eles não vão ser salvos. Assim, também muitas pessoas sabem que Deus existe, sabem que Jesus é o Salvador, mas isto é apenas uma verdade que está em suas mentes e não uma realidade viva e transformadora em seus corações.

A fé salvadora lhe é dada quando você reconhece os seus pecados, quando você toma consciência de sua total incapacidade de ir a Deus pelos seus próprios recursos e métodos, quando você compreende que sua justiça própria é como um trapo de imundícia aos olhos de Deus. Então, carente, humilde, sedento, você olha para Jesus, transfere sua confiança para Ele e confia só Nele para a sua salvação.

A fé salvadora implica despojar-se de qualquer confiança em você mesmo, no que você é, no que você tem, no que você faz ou deixa de fazer.

A fé salvadora lhe é concedida quando você confia que Jesus foi à cruz por você, que Ele pagou o preço do seu resgate, que Ele morreu pelos seus pecados e satisfez todas as exigências da lei de Deus que você violou.

No momento em que você crê em Jesus, seus pecados são cancelados, você é perdoado, liberto, selado com o Espírito Santo como propriedade exclusiva de Deus. Então, você fica livre de condenação e passa a tomar posse da vida eterna. Esta é a maior dádiva que Deus deseja lhe dar.

Quer você agora, também crer em Cristo e confiar Nele para a sua salvação? Jesus o convida: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mt. 11.28), e Jesus lhe garante: “… o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” (Jo.6.37). Jesus lhe promete: “… quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida” (Jo. 5.24).

Em João 3.16 está escrito que Deus amou ao mundo de tal maneira, que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Que esta boa nova de salvação invada agora a sua alma e que seu coração se abra para receber a Cristo. Sua vida será transformada. Seu nome estará no livro da vida. Ninguém mais poderá arrancá-lo dos braços de Jesus. Você tomará posse da vida eterna. E esteja certo, os anjos de Deus, lá no céu, vão celebrar a sua salvação com intensa alegria!

Após estas dez semanas falando sobre o Deus desconhecido, você não pode mais dizer que não conhece a Deus. Minha expectativa é que cada palavra exarada nestes textos, tenham sido uma trombeta do céu a soar em seus ouvidos. O Deus desconhecido dos atenienses foi apresentado a você. Agora, você conhece a Sua natureza, o Seu caráter, os Seus atributos e os Seus propósitos eternos e soberanos.

Você, agora, é responsável diante do Deus vivo e Todo poderoso pela luz que recebeu. Andar doravante pelos atalhos da religiosidade engendrada pelo enganoso coração humano é entrar num campo minado, é cair em profundo atoleiro, é naufragar nas águas profundas do mais rotundo engano. Não basta você ter uma religião.

Os atenienses eram muito religiosos. Não basta você levantar um altar e trazer a ele as suas oferendas e orações. Não basta ainda, você ser sincero na prática da sua religiosidade. Sinceridade fora da verdade não pode salvá-lo.

Meu veemente apelo ao seu coração é que você vença o preconceito, o ativismo religioso, a tradição familiar ou qualquer outro entrave, e coloque toda a sua confiança em Jesus. Hoje, uno a minha voz à voz dos profetas, dos apóstolos, dos mártires e de miríades de cristãos, conclamando você a se voltar para Deus de todo o seu coração. Você que se afastou dos caminhos do Senhor, seja por qualquer motivo, é hora de voltar!

Você pode ser o instrumento que Deus está levantando para levar a salvação a toda a sua família. Deus está te chamando. Você pode se tornar um embaixador de Deus neste mundo turbulento e cheio de crendices. Muitos adoram deuses desconhecidos. Outros tentam adorar a Deus sem conhecê-lo. Mas, agora, você pode ser filho do Deus vivo, outrora desconhecido, mas agora, conhecido e amado de sua alma.

Que Deus, em Cristo Jesus te abençoe!

Alexandre Teles, serve ao Senhor Jesus Cristo na Igreja do Evangelho Quadrangular Catedral do Amor em Rio das Pedras.
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar