Alexandre Teles

O Deus desconhecido 9

Alexandre Teles

Que a paz do Senhor e Salvador Jesus Cristo esteja em seu coração.

Continuando o estudo de Atos 17.22-31, estarei hoje dizendo sobre algumas reações à mensagem de Paulo sobre o Deus desconhecido.

Foram várias as reações dos atenienses depois que ouviram a mensagem de Paulo. Na semana passada citei sobre as pessoas que escarneceram. Hoje estarei falando sobre os que adiaram após ouvir a mensagem de Paulo.

Este grupo que conhece a verdade, mas não está disposto a assumir esta verdade. Estes são aqueles que não tem força e nem coragem para romper com as pressões da família, da religião e do estado atual em que se encontram. Estes são aqueles que se acovardam e trocam Cristo pela acomodação, pois não estão prontos a renunciar ao pecado nem abdicar dos prazeres efêmeros do mundo. Estes são os que possuem a verdade, mas não estão possuídos pela verdade. São os que não abrem mão da vida que levam, não querem compromisso, não querem sacrifício, não querem seguir pelo caminho estreito, não estão prontos a negar a si mesmos, nem abraçar a cruz de Cristo.

A resposta dos atenienses foi uma resposta de fuga: “A respeito disso te ouviremos mais tarde” (At. 17.32).
Amanhã a oportunidade pode ter passado e o coração pode estar endurecido. Esta é uma resposta perigosa, pois o dia de receber a Cristo é hoje e não amanhã.

Amanhã pode ser muito tarde. Amanhã as portas da graça podem estar fechadas. Amanhã pode ser o dia do julgamento, e não o dia da segunda oportunidade.

Não há maior perigo para a sua alma do que adiar o assunto mais urgente da sua vida. A sua salvação! Todas as decisões que você toma na vida, limitam-se ao espaço que vai do berço à sepultura.

A decisão de crer em Cristo é a mais urgente e mais importante de toda sua vida. Adiá-la é loucura consumada. É brincar com o destino da sua alma. É desprezar a graça de Deus. É fazer pouco caso da oportunidade que Deus está lhe dando.

Nesta questão de salvação, não há ninguém neutro. Ou você é salvo ou está perdido. Ou está indo para o céu ou para o inferno. Quem não é por Cristo, é contra Cristo. Quem com Ele não se ajunta, espalha.

Você é livre para tomar a decisão. Aliás, você é escravo de sua liberdade. Você não pode deixar de decidir.

Você é como o homem dentro de um bote que está correndo rio abaixo à beira de um grande abismo. Você tem de tomar uma decisão. Você pode saltar do bote, remar para chegar à margem ou pode fazer de conta que não há um perigo iminente.

Só uma coisa você não pode fazer, deixar de tomar uma decisão. Mas, talvez você diga: em relação a Cristo eu estou indeciso. Contudo, a indecisão também é uma decisão: é a decisão de não decidir. E quem não se decide por Cristo, decide-se contra Cristo.

Ainda, para você ir ao inferno, você não precisa fazer nada, basta ficar como está, com todos os seus predicados morais, com todo o seu religiosismo e com todas as suas obras meritórias. Mas, para você entrar no céu, precisa nascer de novo. Se alguém não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus, se alguém não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. Adiar essa decisão, portanto, é a mais consumada de todas as loucuras.

Jesus falou de um homem que se preparou para viver, mas não se preparou para morrer. Ajuntou bens; acumulou fortunas e disse: “Agora, ó minha alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será”? (Lc. 12.19,20).

Um famoso rei da antiguidade tinha na sua corte um palhaço que era chamado de bobo, um homem cheio de humor, que alegrava a todos os familiares do rei. Este, um dia, disse para o palhaço: aqui está uma varinha. No dia em que você encontrar alguém mais bobo do que você, lhe entregue esta varinha. Os anos se passaram e o rei ficou muito doente, à beira da morte. O bobo foi visitá-lo e perguntou-lhe: “O senhor já está preparado para a eternidade? ” Não, respondeu o rei. Então o palhaço lhe devolveu a varinha e disse: “O senhor é o mais tolo de todos os homens que já vi, pois se preparou para viver, mas não se preparou para morrer. ”

Se Deus chamar você hoje, você está preparado para encontrar-se com Ele, ou ainda continuará escarnecendo da mensagem do Evangelho e adiando a sua decisão como os atenienses?

Na próxima semana estarei falando sobre os que creram na mensagem de Paulo em Atenas.
Que Deus, em Cristo Jesus te abençoe, e até a próxima semana, se Deus quiser.

Alexandre Teles, serve ao Senhor Jesus Cristo na Igreja do Evangelho Quadrangular Catedral do Amor em Rio das Pedras.
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar