ColunistasDenizart FonsecaOpinião

Opinião sobre o homem II

denizart fonseca colunista
Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário (Foto: Arquivo)

A personalidade é o lado material, o cosmonauta louco. Se nos ligamos à individualidade, redimimo-nos, conquistando a verdadeira felicidade; mas perdemo-la se nos identificarmos tragicamente à máscara da personalidade. Decide-se a batalha inteira na mente.

A mente: Bem ou mal?

A mente é a faculdade exclusiva e característica do reino hominal. É o que põe o homem em condições de construir seu destino supremo ou mergulhar em desatino desagregador. A mente cria para o homem a felicidade ou a desgraça, a saúde ou a doença, a vitória ou a derrota, a virtude ou o vício.

Com ela o homem pode fazer de um pântano fétido, um jardim florido, ou de uma exuberante floresta, um deserto desolador. Ela dará ao homem paz ou guerra, justiça ou injustiça, beleza ou feiura, verdade ou mentira, harmonia ou desordem, alegria ou lamentos, serenidade ou remorso, liberdade ou servidão.
Como assim? Como é que o que constrói também destrói, e o que liberta também escraviza, o que cria também devasta?

Uma guitarra nas mãos de um jovem alegre, feliz, sadio e bom, torna-se um instrumento festivo, agradável, produzindo músicas vibrantes. Essa mesma guitarra, nas mãos de outro jovem, infeliz, triste, complexado, recalcado, ciumento, embriagado, amargurado e furioso, pode transformar-se em arma, com ela agredindo, ferindo e até matando.

Outro exemplo: o facão de mato usado pelo escoteiro ajuda-o a construir um abrigo, a fazer um banco… E se empunhado por um malfeitor? A mente também é assim. Não é um bem ou uma maldição em si, mas o é segundo o uso que dela se faz.

Um cientista dedica quase toda sua vida procurando descobrir um tratamento eficaz contra a raiva, salvando vidas. Um outro, anos a fio pesquisa uma forma de energia ou agente químico para ser utilizado em guerra assassina. Um escritor sacrifica seus feriados a escrever mensagens libertadoras para ajudar a evolução da humanidade.

Outro dedica suas horas compondo corrosivas novelas sobre aberrações sexuais, visando ganhar dinheiro, explorando o gosto pervertido dos libertinos. Em todos esses casos é a mente que está em ação. Você agora mesmo, está estudando este texto, buscando saber, desenvolvendo-se, aprimorando-se… Nesta mesma hora, em qualquer parte da cidade, desgraçados jovens transviados, vítimas talvez dos tóxicos, podem estar planejando um assalto. È a mente em ação.

A evolução

Desde o início da creação, a natureza está evoluindo. Com a sucessão dos milênios, séculos, horas e segundos está criando novas formas de vida mais perfeitas, dando-se a isto o nome de evolução. Um homem é mais perfeito do que um chimpanzé, uma roseira é mais evoluída ou perfeita do que um pedaço de cristal de rocha. A evolução é uma lei universal. Tudo o que existe evolui.

Em que consiste a evolução? A maior evolução de um vegetal sobre um mineral está em sua mais livre movimentação. Uma planta, embora não saia de suas raízes, respira, cresce, entorta seus galhos buscando a luz do sol, reproduz-se, alimenta-se e rejeita os restos de sua nutrição. (Segue)

Cidadania

Participamos de excelente encontro do Rotary Club de Rafard, que; em sua sede reuniu dezenas de pessoas para, além de prestar homenagem ao Dia do Soldado, nas pessoas de um militar veterano do Exército e um da Força Aérea Brasileira, fazer a entrega de cadeiras de roda a várias entidades religiosas locais e de Mombuca. Exemplar atitude cumprindo fielmente o Regulamento que rege essa Organização e Trabalho. Parabenizamos e agradecemos em nosso nome e do Gico, pela homenagem a nós prestada.

ARTIGO escrito por Denizart Fonseca, Cidadão Rafardense, oficial da FAB e professor de Educação Física e Desportos, colaborador desde a fundação do jornal O Semanário
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar