Leondenis Vendramim

Origem da música

A música é universal desde o céu à Terra, em todos os países e todos os seres vivos apreciam a boa música. Qual é sua origem?

A lenda grega diz que Apolo e Mnemósine tiveram nove filhas que inspiraram a arte e a ciência: Calíope inspirou a poesia trágica; Clio, a história e a arte de tocar harpa; Euterpe, a poesia lírica; Érato, a poesia do amor, hino e a lira; Terpsícore, a dança, o hino e a flauta; Urânia, Astronomia; Tália, comédia; Polimnia, dança e hino religiosos; Melcômene, a tragédia.

A música tem origem no Deus Criador de todas as coisas. Ele é o músico por excelência. Em todos os eventos e a cada celebração a Deus há músicas encantadoras que enlevam e enobrecem o coração.

Assim foi no findar da criação; era sábado (Gn. 2:2), as estrelas e todos os filhos de Deus, coral e orquestra de muitas criaturas se rejubilaram (Jó 38:7) ante a beleza, fragrância e harmonia dos recém criados Terra e Adão.

Assim foi a solene entrega da Lei de Deus a Israel. O monte Sinai tremeu com a ofuscante gloriosa presença de Deus, ao som estrondoso da música apresentada pelos anjos acompanhantes (Ex. 19:15-19; 20:18), até Moisés tremeu (Hb. 12:18-21).

Imagine, o dia da volta de Jesus, quando, com todo o poder, toda a Sua glória e todos os trilhões de anjos, tocando e cantando (Mt. 24:30-31), que espetáculo de luz, calor e música! Prédios e montes desmoronarão (Ap. 16:20), mortos ressurgirão perfeitos e sadios, justificados transformados (1 Co. 15:51-54), e todos juntos cantarão ao som da orquestra o cântico da vitória (Ap. 14:3-4).

As escolas de Israel tinham aulas de música e seus ensinos eram por meio de cânticos, em suas festas religiosas havia muita música e seus cultos hinos de louvor.

Na Terra renovada os mudos cantarão em gratidão e louvor a Jesus (Is. 35:6).

A música é um dom de Deus para suavizar a vida dos homens e o seu relacionamento com as outras criaturas. É uma terapia para todos, animais ou humanos. Segundo cientistas escoceses uma boa seleção musical deixa os animais mais dóceis, menos estressados e agressivos, desacelera o ritmo cardíaco e diminui o estresse.

Música clássica, como Danúbio Azul de Strauss, A Sinfonia Pastoral, de Beethoven, e Bridge over Troubled Water, de Simon & Garfunkel, a Sonata de Mozart reduz a ansiedade, aumenta o tempo de sono e diminui o latido dos caninos; as vacas ficam mais calmas, diminui o tempo de ordenha e aumenta até 3% na produção de leite.

Estudo nas Filipinas em 2016, mostrou que as músicas clássicas melhoram o desempenho das codornas, a qualidade dos ovos, o peso corporal, o comportamento e a economia da criação. Estudo recente com 40 ratos mostrou melhora de memorização.

Canções barulhentas, tais como Tiger Feet, de Mud, e Size of a Cow, de Wonder Stuff, e o heavy metal tiveram efeitos contrários na produção de leite, aumentou os latidos e o estresse, e diminuiu o tempo de sono.

Portanto, a música pode ser uma força divina para moldar as emoções de humanos e animais. A famosa escritora estadunidense Ellen G. White escreveu:

A história dos hinos da Bíblia está repleta de sugestões quanto aos usos e benefícios da música e do canto. A música muitas vezes é pervertida para servir a fins maus e, então, se torna um dos poderes mais sedutores para a tentação. Corretamente empregada, porém, é um dom precioso de Deus, destinado a erguer os pensamentos a coisas altas e nobres, a inspirar e elevar o coração.

Assim como os filhos de Israel, viajando pelo deserto suavizavam sua viagem pela música de cânticos sagrados, Deus ordena a Seus filhos que alegrem sua vida peregrina. Há poucos meios mais eficazes para fixar Suas palavras na memória do que repeti-las em cânticos.

Esse tipo de cântico tem um poder maravilhoso. Ela pode subjugar as naturezas rudes e incultas; suscitar pensamentos e despertar compaixão, para promover a harmonia de ação e banir a tristeza e os maus pressentimentos, os quais destroem o ânimo e debilitam o esforço.

Que haja cântico no lar, de hinos que sejam suaves e puros, e haverá menos palavras de censura e mais de animação, esperança e alegria. Haja cântico na escola, e os alunos serão levados para mais perto de Deus, dos professores e uns dos outros (M. Matinal, 2021, p. 148).

Botão Voltar ao topo
Skip to content