CapivariDestaques

Precariedade da rua Vinícius de Moraes preocupa moradores da Morada do Sol

As condições precárias da rua Vinícius de Moraes têm incomodado os moradores do bairro Morada do Sol, em Capivari. O denunciante, que preferiu não se identificar, diz estar preocupado com a situação da via, que pode provocar algum acidente.

A reportagem d’O Semanário esteve no local e confirmou a preocupação dos moradores. Crateras e muitos buracos estão por toda a extensão da rua, e há pontos ainda mais críticos na parte de trás do Parque Ecológico, que dá acesso ao bairro.

Segundo o morador, as condições no local já não estavam boas, e a situação piorou com o forte temporal do dia 17 de novembro do ano passado, que causou ainda mais danos.

valeta-na-rua-vinicius-de-moraes-morada-do-sol-capivari
Na rua Vinícius de Moraes, situação da valeta causada com a chuva assusta pedestres e motoristas que passam pelo local (Foto: Túlio Darros/O Semanário)

Outro ponto de alerta do denunciante diz respeito à possível proliferação do mosquito da Dengue no Parque Ecológico. O bairro Morada do Sol é um dos mais afetados pela doença.

“O local está fechado, por conta da pandemia, nossa preocupação é que possam existir pontos com acúmulo de água”, pontua.

O morador também revela a demora do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) em realizar os reparos no asfalto, por ocasião dos reparos na rede de abastecimento de água.

buraco-saae-morada-do-sol
Na semana passada, quando moradores fizeram a reclamação, autarquia ainda não havia realizado o serviço (Foto: Túlio Darros/O Semanário)

“Faz mais de 30 dias que abriram o asfalto da rua e não voltaram para concertar”, finaliza.

O outro lado

Sobre as condições precárias da rua Vinícius de Moraes e dos trechos próximos ao Parque Ecológico, a Prefeitura de Capivari informou que aguarda liberação de recurso através do Sistema Nacional da Defesa Civil, órgão para o qual foram encaminhados os pedidos de verbas para recuperação de pontos da cidade, entre eles o da Morada do Sol, atingidos pela tempestade do dia 17 de novembro.

Para o trecho citado pelo morador, o governo municipal afirma que solicitou recursos R$ 225 mil, e que todo o asfalto do local terá que ser refeito. No entanto, não foi informado o prazo para a chegada desta verba, ou previsão para o início das obras.

A nota oficial diz que “os recursos foram solicitados e agora aparecem como aprovados, aguardando disponibilidade orçamentária”.

Sobre o Parque Ecológico, a prefeitura informou que faz a manutenção periódica, de 15 em 15 dias, a fim de encontrar possíveis criadouros do mosquito da Dengue.

“Também foi feita a nebulização no bairro Morada do Sol e mais de 100 visitas em pontos estratégicos”, completa a nota.

SAAE

Finalizando, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) disse que foram feitos dois serviços na rua Vinicius de Moraes, sendo um na altura do número 30 e outro próximo ao número 200, e que ambos já foram finalizados, inclusive a abertura já foi consertada com massa asfáltica na semana passada.

O morador confirmou que o serviço foi realizado na semana passada, logo após a reportagem d’O Semanário contatar a assessoria do Saae sobre o problema.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content