NotíciasRafard

Rafard registra queda de furtos e roubos de veículos, revela audiência sobre Segurança Pública

30/10/2015

Rafard registra queda de furtos e roubos de veículos, revela audiência sobre Segurança Pública

Dados apresentados pela Polícia Militar fazem referência ao terceiro trimestre de 2015 em comparativo ao mesmo período de 2014
Audiência foi realizada na sede do Rotary Club de Rafard (Foto: Túlio Darros/O Semanário)
Audiência foi realizada na sede do Rotary Club de Rafard (Foto: Túlio Darros/O Semanário)

RAFARD – O Rotary Club sediou na noite de terça-feira, 27, mais uma audiência pública sobre a segurança do município. O evento foi coordenado pelo 1º sargento João César Balceiro de Freitas, comandante do 4º Grupamento da 2ª Companhia do 10º Batalhão de Polícia Militar do Interior, e apresentou dados do terceiro trimestre de 2015 em comparativo com o mesmo período de 2014, tirou dúvidas e ouviu críticas e sugestões de autoridades municipais e moradores.

Dentre os principais dados revelados pelo comandante, Rafard não registrou homicídios no período. O número de roubos (exceto veículos) manteve um registro. Já o roubo de veículos caiu de quatro para um no mesmo período.

Pequena diminuição também foi registrada no número de furtos (exceto veículos) que caiu de dez para oito. O furto de veículos manteve dois registros. A Polícia Militar de Rafard também registrou menos ocorrências no terceiro trimestre de 2015. Foram 37 boletins, 15 a menos que em 2014. As estatísticas são atualizadas constantemente e ficam à disposição no portal da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (www.ssp.sp.gov.br).

“O objetivo da audiência pública é trazer a comunidade e autoridades para próximo da Polícia Militar, bem como abrir espaço para a participação nas questões relativas à segurança pública”, explica Balceiro, que também apresentou o Ciclo Completo de Polícia, um novo modelo de segurança pública que deverá ser aplicado entre Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Municipal para a realização de um trabalho integrado.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo, segundo o major Colombo, conta com 92.800 homens, que atendem mais de 93 mil ocorrências por dia. “Optamos pela única profissão onde juramos colocar a nossa própria vida em jogo para garantir a segurança do cidadão”, destaca o militar.

Para o capitão Marcelo Fernandes, segurança e prevenção transcendem o papel do governo em geral e da polícia em particular. “Segurança é questão de inteligência, prevenção e atitude. Considero Rafard como um dos municípios que apresenta menos problemas na parte criminal”, analisa.

Para o presidente do Rotary Club, Túlio Darros, essa aproximação é tão importante quanto o debate de ideias entre a Polícia Militar e a sociedade. “Eventos assim são fundamentais para promover o conhecimento e a discussão de sugestões que visem melhorar a segurança pública na cidade”, diz. Na ocasião, a Polícia Militar também apresentou as ações promovidas junto à comunidade, forneceu dicas de segurança e esclareceu os questionamentos dos presentes.

Botão Voltar ao topo