Destaques

Região teve domingo de queimadas; em Rafard, o fogo tirou a vida de uma jovem

Mulher de 24 anos morreu após ser atingida pelo fogo, que se alastrou no canavial; três cidades da região sofreram com incêndios ao mesmo tempo

O fim de semana foi pesado na região. No domingo (22), foram registrados os piores casos de incêndio, se forma simultânea, nas cidades de Rafard, Elias Fausto e Mombuca.

Grandes áreas de plantio de cana-de-açúcar, eucalipto e áreas de preservação ambiental foram destruídas pelo fogo. Moradias da zona rural também ficaram a mercê das chamas.

O pior incidente foi em Rafard, que registrou a morte de uma jovem, de apenas 24 anos. Ela teve 90% do corpo queimado e não resistiu.

Elias Fausto

A primeira chamada recebida pelo Corpo de Bombeiros de Capivari, por volta das 11h30 do domingo, se deu por causa de um incêndio em Elias Fausto. Uma grande área ficou tomada pelas chamas, e exigiu o trabalho da equipe dos Bombeiros até por volta das 18h.

Segundo informações, uma extensa área foi consumida pelo fogo, que atingiu também um trecho de preservação ambiental.

“Até um lobo guará foi visto fugindo das fortes chamas. Praticamente tudo que pegou fogo, ficou destruído”, relatou o jornalista Tonny Machado, da rádio Raízes FM, que acompanhou de perto o trabalho dos Bombeiros.

Rafard

Logo depois do almoço, o Corpo de Bombeiros recebeu outro pedido de socorro, desta vez, em Rafard.

Por volta do meio-dia, mais um incêndio começou no canavial localizado atrás do cemitério municipal.

O fogo se espalhou rápido e chegou na área próxima ao Distrito Industrial. A avenida de acesso à Fazenda Itapeva teve que ser interditada, por conta da densa camada de fumaça, que dava para ver de longe, e impedia a visibilidade na estrada.

Além da queimada o fogo tirou a vida de uma jovem de 24 anos. De acordo com informações, ela e um rapaz de 31 anos transitavam de carro por uma das estradas do canavial, quando foram surpreendidos pelas chamas. O veículo pegou fogo e o casal ficou gravemente ferido. Eles foram socorridos pela ambulância da Unidade Básica de Saúde de Rafard.

A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no mesmo dia. Até o fechamento desta notícia, o homem seguia internado em estado grave no hospital de queimados, em Limeira.

Mombuca

Mombuca também sofreu as consequências das queimadas. Próximo à hora do almoço, um foco de incêndio se espalhou por um canavial na zona rural.

Uma força tarefa com funcionários da Prefeitura de Mombuca e produtores rurais conseguiu conter as chamas. O trabalho foi rápido, evitando que o fogo se espalhasse e atingisse as moradias próximas ao local.

Crime

A suspeita é de que os três incêndios tenham sido criminosos. Os casos serão investigados pela Polícia Civil.

Além dos Bombeiros, as equipes da Brigada de Incêndio das usinas do Grupo Raízen trabalharam durante todo o dia para conter o fogo nos canaviais de Rafard e Elias Fausto.

Incêndio registrado em Rafard. Foto: Tonny Machado

Estudos apontam que a maior parte dos incêndios florestais é decorrente de ação antrópica – causados pelo homem, de maneira acidental ou intencional, sendo as causas mais comuns: queimada para limpeza de terreno ou destruição de lixo; cigarros descartados acesos às margens de rodovias; soltura de balões: além de ser crime, estudos apontam que a cada três balões postos no ar, dois caem acesos.

Para combater esse tipo de ação, a Defesa Civil dos municípios reforça a necessidade de conscientização de toda a população, a fim de que tais ocorrências sejam evitadas.

Caso se depare com algum foco de incêndio, acione imediatamente o Corpo de Bombeiros (193) ou a Defesa Civil. Não é recomendado que uma pessoa, sem treinamento e equipamentos necessários, tente apagar o incêndio, pois ela corre o risco de se ferir durante a ação.

Região

Nos últimos dias, focos de incêndio em coberturas vegetais tem aumentado pelo território paulista, principalmente nas regiões metropolitana de São Paulo, centro-oeste e noroeste do Estado. Em alguns casos, devido a intensidade e rápida propagação do fogo, faz-se necessário combate por meio de aeronaves de asa-rotativa ou de asa-fixa.

Nesta segunda-feira (23), estão em andamento 5 ocorrências de grandes proporções nos municípios de Franco da Rocha, Mogi-Guaçu, Luiz Antônio, Cabreúva e Morro Agudo, as quais tem sido combatida pelo emprego de aeronaves, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil locais.

Incêndio registrado em Piracicaba Foto: Marco Casale

Em Piracicaba, durante a noite e madrugada de domingo (22), aconteceu um incêndio na mata nativa do Chicó e a fumaça estacionou na Zona Leste da cidade, próximo aos bairros Água Branca, Serra Verde, Jardim Oriente e região.

Estiagem continua

A Defesa Civil do Estado informou que entre hoje, segunda-feira (23), e quinta-feira (26), as temperaturas tendem a subir gradativamente, com momentos de calor intenso em todo o Estado de São Paulo.

O destaque é para as regiões Metropolitana de São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Franca, Itapeva, Sorocaba e Vale do Paraíba, onde as máximas poderão chegar a 35º C, e para as regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Vale do Ribeira, onde as máximas ficarão entre 36 e 38º C.

Como não há previsão para chuvas, a umidade relativa do ar permanecerá baixa e o risco de incêndios aumentará ainda mais.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content