Editorial

‘Santa’ intolerância, para não dizer ignorância

Imagem ilustrativa

Dia sim, dia não, a gente fica aqui pensando qual será o futuro da sociedade brasileira. As pessoas não sabem mais qual o sentido de comunidade, convivência e tolerância.

Essa ‘maldita’ rede social, usada por alguns como forma de descontração e lazer, também se tornou um antro de intolerância, disseminação do ódio e Fake News.

Naquele espaço, as pessoas se acham melhores que as outras, se tornam poetas, jornalistas, artistas, fotógrafos, vlogueiros, influenciadores digitais, enfim, pensam que entre eles e o mundo aqui fora, existe um vidro blindado que nunca poderá ser ultrapassado.

Para alguns grupos, é um verdadeiro muro das lamentações, onde as pessoas se acham no direito de atingir, agredir e denegrir o próximo, sem mesmo entender do que está falando. É preciso apurar, conversar e dar espaço para uma segunda opinião antes de sair por aí escrevendo ‘abobrinhas’.

Enfim, esse nosso alerta e também desabafo, diz respeito a uma publicação nas redes sociais, onde o jornal foi citado por ter publicado um artigo de um colaborador. Lembramos que “os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do jornal. São de inteira responsabilidade de seus autores”. Esses dizeres são divulgados semanalmente logo abaixo do expediente do semanário.

Infelizmente, algumas pessoas, que talvez nem leram o artigo, complementaram com comentários sem conteúdo algum, atacando o nome de uma instituição que há cerca de 30 anos batalha pelo desenvolvimento da sociedade rafardense.

Pois bem, como nos é de direito, comentamos a postagem. Já que a leitura causou tanta indignação, abrimos espaço para estas pessoas se posicionarem com um artigo rebatendo o conteúdo escrito pelo colaborador.

Estamos aguardando até agora!

A gente sabe que muita gente quer mesmo é aparecer, mas fica uma dica, às vezes, vale mais uma boa conversa olho no olho, onde cada um possa expor a sua opinião, para depois, sair por aí criticando. Sabemos lá, com qual intenção!

Ah, vale ressaltar também que o jornal O Semanário é gerido e produzido por seres humanos, que todos nós sabemos, são passíveis de erros. Zelamos ao máximo em levar a informação seguindo as regras do nosso querido português, mas a gente também escorrega as vezes.

São novos tempos, mais importante ainda, em nossa visão, é levar informação com credibilidade, com um conteúdo onde você leia e não precise conferir em outras fontes se é verdade ou não.

Nosso compromisso é com você, leitor. Fora isso, não haveria sentido em manter o único jornal impresso e online com sede na Cidade Coração, enfrentando tantos desafios financeiros e tanta resistência de um povo que não dá valor para quem é de casa.

Enquanto houver quem acredite, a gente aguenta as ‘porradas’ e se mantém vivo na luta.

Bom fim de semana a todos!

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar