Capivari

Câmara homenageia “Maria Januária” por aniversário de 40 anos

Na sessão de segunda-feira, 3, das mãos do vereador Rodrigo Abdala Proença (PPS), autor do pedido da homenagem, o vice-diretor da Escola Estadual “Maria Januária Vaz Tuccori”, Milvio Salvi Júnior, recebeu Moção de Aplausos pelo aniversário de 40 anos da unidade educacional, comemorado na última quinta-feira, 29.
A cerimônia contou com a presença de alunos e profissionais que atuam na Escola. Salvi Júnior usou a tribuna para agradecer a Câmara pela lembrança e ressaltar a história vitoriosa da “Maria Januária”, que atualmente reúne aproximadamente 850 estudantes de 5ª a 8ª série dos ensinos fundamental e médio.

Fontes
As fontes das praças “Cesário Motta” e “Rodrigues de Abreu” – popularmente chamadas de Praça Central – foram desativadas pela Prefeitura sob justificativa de ser uma precaução prevista no trabalho de combate à dengue. Pelo menos é isso que diz uma placa instalada no local. Entretanto, isso não agradou ao vereador Rodrigo Abdala Proença (PPS), que usou a tribuna durante a sessão para reclamar da atitude do Executivo.
No telão, Proença mostrou fotos das fontes que, aparentemente, parecem estar abandonadas, pois estão repletas de folhas de árvores, muita sujeira e até mesmo garrafas de plástico. “Recebi uma mensagem no Facebook sobre o fato. A população quer as fontes funcionando, pois era uma alegria para nós capivarianos, principalmente nas noites e finais de semana”, declarou.
O parlamentar disse ainda que fica “triste em não sentir o cheiro gostoso das fontes funcionando”. Proença relatou que o local é muito importante para a cidade e para si próprio. “Aprendi a andar de bicicleta ali. Comecei a namorar ali também. A Praça Central é o nosso grande cartão postal e merece toda a atenção.”
Proença mostrou-se a favor da campanha de combate à dengue, mas para ele isso não é justificativa da atitude tomada. “Se a água for tratada constantemente, não corremos o risco. Basta apenas que a Prefeitura faça a manutenção constante”, complementou.

Pintando Tarsila
Vitor Hugo Riccomini (PTB) retornou à presidência da Câmara na segunda-feira, após licença não remunerada durante um mês, e, em tribuna, apresentou uma proposta que, segundo ele, possivelmente será transformada em projeto de lei.
De autoria do cidadão Jô Menezes, a ideia é lançar o programa “A Cidade Pinta Tarsila”, que sugere que as principais cores utilizadas pela pintora Tarsila do Amaral em suas obras sejam utilizadas em logradouros públicos e demais espaços do município, como forma de identificação da artista com Capivari.
Para isso, seria formada uma comissão, composta por historiadores, artistas, publicitários, jornalistas e membros dos poderes Legislativo e Executivo, que estudaria a melhor forma de desenvolver essa proposta, que visa despontar com o turismo da cidade, assim como homenagear Tarsila do Amaral.
“Acho algo muito interessante e importante para nosso município e região, pois o turismo pode aquecer nosso comércio e transformar Capivari num local conhecido mundialmente, haja vista a dimensão do trabalho de Tarsila do Amaral. Entrarei em contato com o secretário de Cultura e Turismo [Rogério Alves] para vermos a viabilidade e a melhor maneira de colocar isso em prática”, disse Riccomini.
Uma das saídas para que a Prefeitura não tenha que arcar com todos os custos, segundo o presidente da Câmara, é a de pedir patrocínio às grandes empresas de tintas do país. “Certamente, por ser um projeto ligado à Tarsila do Amaral, teremos boa participação e ajuda”, explicou.

Parceria
Horas antes da sessão de segunda-feira, os vereadores Edson José Bombonatti (PDT), o Tambuzinho, e Arnaldo Annicchino Nacarato (em mudança de partido) estiveram em Indaiatuba numa reunião com o deputado estadual Rogério Nogueira (PDT), ocasião em que aproveitaram para pedir melhorias para  Capivari.
A principal reivindicação foi para a Santa Casa, que há meses permanece com a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) fechada e encontra-se em situação difícil pelas dívidas existentes.
Sensibilizado, o deputado comprometeu-se em destinar uma verba de R$ 100 mil para a Santa Casa. “Sabia que poderíamos contar com o Rogério Nogueira, pois muito ele já fez por nosso município. Dr. Arnaldo e eu ficamos felizes em poder colaborar mais um pouco com essa Instituição tão importante na vida de todos”, revela Bombonatti.
Além disso, Nogueira também garantiu um ônibus para os grupos de terceira idade, cujo pedido já havia sido feito há meses pelos vereadores Tambuzinho e Valdir Antonio Vitorino (Valdir da Farmácia), do PDT.
Nas eleições de 2008, Rogério Nogueira foi o deputado estadual mais bem votado em Capivari: 2.855 votos. O mesmo aconteceu em Rafard, onde ele obteve 690 votos. “Com esses recursos, ele está retribuindo a chance que a população da nossa região deu a ele e isso é muito bom”, acredita Nacarato.

Reunião
Após pedir vista por uma sessão ordinária no projeto de lei nº 100/2011, que trata da reestruturação administrativa do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), Valdir da Farmácia esteve reunido com o superintendente da Autarquia, José Luiz Cabral, na manhã de quarta-feira, 5.
O vereador alegou durante a discussão do projeto que não poderia votá-lo na ocasião – sessão de segunda-feira, 3 –, porque tinha dúvidas em relação às diferenças nas referências e aumentos salariais e, por isso, preferiu primeiro tomar conhecimento dos fatos.
No encontro, Cabral e Vitorino trataram dos principais tópicos da reestruturação administrativa, como: a redução do quadro de servidores em 105 cargos; a necessidade da implantação das práticas do ISO 9.000 (normas técnicas), devido à profissionalização que está sendo implantada na Autarquia; a associação dos salários dos funcionários com as responsabilidades de cada cargo.
“A conversa que tive com Cabral foi ótima, pois pude tirar minhas dúvidas. Entendi que haverá reduções de custos para os cofres públicos e, principalmente, o objetivo da reestruturação não é a de aumentar indiscriminadamente os salários, mas sim ajustá-los de acordo com a responsabilidade de cada cargo”, explica o vereador.
Ainda segundo o parlamentar, ele foi acusado por outros vereadores de que estaria atrapalhando o processo por ter pedido vista, mas que isso não é verdade, já que o Artigo 79 do projeto prevê que a lei entrará em vigor no primeiro dia útil subsequente da sua publicação. “Meu objetivo não é atravancar nada, apenas quero votar as coisas com consciência. E o próprio Cabral me disse que uma semana não faria mal, já que as mudanças estão previstas apenas para novembro.”

Indicação
Atendendo indicação de Valdir da Farmácia, o Setor de Obras da Prefeitura fez, na semana passada, a calçada em frente ao Centro do Sistema Integrado de Segurança (rotatória do Bianchi).

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>>1XBET
>>JADE