NotíciasRafard

Chefes de Agricultura e Pecuária e da Casa da Agricultura participam de palestra sobre hortaliças não convencionais

25/09/2015

Chefes de Agricultura e Pecuária e da Casa da Agricultura participam de palestra sobre hortaliças não convencionais

Márcio Jacob Hessel e Décio Leite foram a Tietê no último dia 16; evento também reuniu técnicos e produtores de outras sete cidades do Estado de São Paulo
hortalicas-rafard
Cultivo e consumo de hortaliças não convencionais foi tema de palestra em Tietê (Foto: Divulgação/Prefeitura de Rafard)

RAFARD | O chefe do Departamento de Agricultura e Pecuária, Márcio Jacob Hessel, e o chefe da Casa da Agricultura, Décio Leite, participaram no último dia 16 de uma palestra sobre hortaliças não convencionais em Tietê. A prática, não muito comum no cenário brasileiro, também foi acompanhada por técnicos e produtores de Capivari, Mombuca, Cerquilho, Avaré, São Pedro, Campinas e Tietê.

Segundo Jacob, o cultivo e o consumo de hortaliças não convencionais vêm diminuindo entre todas as classes sociais, resultado da globalização e do crescente uso de alimentos industrializados e transgênicos. Com isso, ocorrem mudanças significativas no padrão alimentar da população, além de perdas de características culturais e de identidade, como o consumo de alimentos locais e regionais.

Por isso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em parceria com técnicos da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) e de secretarias municipais, estão promovendo e participando de ações que visam o incentivo ao consumo desses produtos, salientando sua importância e diversidade.

Para Jacob, a mudança de hábito na mesa da família brasileira deve começar pela conscientização dos produtores que, por sua vez, devem resgatar esse cultivo e fomentar o plantio e o consumo de variedades de hortaliças não convencionais (como almeirão-de-árvore, azedinha, beldroega, bertalha, caruru, ora-pro-nóbis, peixinho, serralha, taioba e vinagreira) ou tradicionais.

Na ocasião, os presentes puderam experimentar as hortaliças e desfrutar da riqueza de carboidratos, sais minerais, vitaminas e água, além da “tradicional” leveza e fácil digestão. “Outro ponto a ser destacado são as fibras, que auxiliam no bom funcionamento do intestino”, acrescenta Márcio Jacob Hessel.

Botão Voltar ao topo
Skip to content