CapivariDestaques

“Colocamos Capivari nos trilhos do desenvolvimento”, afirma Proença

Prefeito diz que Capivari chegou ao ranking de 23ª melhor cidade de pequeno porte do Brasil e acredita que cidade tende a evoluir ainda mais

Na reta final dos oito anos de mandato à frente da administração municipal, Rodrigo Proença, prefeito de Capivari, faz uma avaliação positiva de sua gestão. Na entrevista exclusiva ao Jornal O Semanário, ele fez um balanço de suas principais conquistas.

Saúde, Educação, Infraestrutura, Moradia, Segurança, Desenvolvimento Econômico e medidas de urgência no combate à COVID-19 estão entre os temas citados.

Confira a íntegra da entrevista concedida pelo chefe do Executivo de Capivari.

rodrigo-proença-entrevista-fim-de-mandato
“Capivari está preparada para avançar ainda mais!”, concluiu Proença sobre o novo governo eleito (Foto: Arquivo pessoal)

O Semanário – Em 2020, o Brasil viveu o episódio atípico da chegada do coronavírus. Como isso afetou o planejamento da sua gestão na prefeitura? Quais foram as maiores dificuldades até o momento?

Rodrigo Proença – Como mencionado, 2020 realmente foi um ano atípico com a chegada de um vírus totalmente desconhecido e com alto risco de letalidade. Tivemos que seguir as determinações do Governo do Estado e num momento, no qual, o vírus ainda não circulava em Capivari, tivemos que parar com as atividades não essenciais, pois o poder de decisão não estava em nossas mãos. Isso afetou nossa economia, pois o comércio é forte em nosso município.

Tomamos medidas como a suspensão do corte de água, da prorrogação do pagamento do IPTU para os comerciantes que estavam fechados, numa tentativa de minimizar os impactos econômicos. Tentamos uma reabertura, porém devido à decisão judicial tivemos de permanecer fechados com 60 dias sem casos positivos.

Tivemos de suspender as aulas nas escolas municipais, mas fornecemos cestas básicas para os beneficiários do Programa Bolsa Família, com filhos devidamente matriculados nas escolas públicas municipais e estaduais, para atender crianças que faziam suas refeições, muitas vezes, apenas na escola.

Corremos atrás de melhor preparar o atendimento de saúde voltado para a pandemia, criamos a tenda ao lado da Santa Casa, o CTC (Centro de Triagem de Coronavírus), para dar os primeiros atendimentos às pessoas com suspeita de infecção por Covid-19. Comprar insumos (máscaras, luvas, entre outros), respiradores, equipamentos hospitalares era uma luta, tudo faltava para compra, mesmo com dinheiro em mãos.

Tivemos que nos adaptar, mas parar de trabalhar jamais! Trabalhamos muito, e vivíamos um dia de cada vez, pensando sempre em preservar vidas e salvar a economia, tudo numa balança, buscando equilíbrio de acordo com as possibilidades.

O Semanário – Cite três conquistas das quais você destacaria como principais nestes quatro anos de mandato como prefeito de Capivari.

Rodrigo Proença – Foram muitas as conquistas ao longo de oito anos como prefeito! Colocamos Capivari nos trilhos do desenvolvimento. Destaco que, graças ao nosso trabalho como um todo, em diferentes áreas, conseguimos colocar Capivari no ranking de 23ª melhor cidade de pequeno porte do Brasil em qualidade de vida e isso demonstra os resultados, assim como a 13ª mais segura do Estado, ao investir em segurança, com a contratação de novos Guardas Civis.

A Saúde também é peça chave, com a construção de dois novos postos de saúde e a reforma do Posto Central, o Centro de Saúde Dr. Mário Dias de Aguiar. Ao assumir a Santa Casa, levamos mais investimentos, disponibilizamos leitos de UTI aos pacientes SUS, entregamos medicamentos em casa, reformamos e ampliamos o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Na Educação, construímos 5 novas escolas, atingimos o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 6.5 em 2017, ultrapassando a meta projetada para 2021. Esses resultados são frutos dos investimentos na valorização dos professores, na efetivação de mais de 200 docentes, na qualidade de nossa merenda, na entrega de material escolar a todos os alunos da rede municipal.

O Semanário – O que estava entre suas prioridades na Administração e que não será possível concretizar até o dia 31 de dezembro? Quais os principais motivos que impediram que esta prioridade fosse alcançada?

Rodrigo Proença – Acredito que deixei minha marca frente ao Governo de Capivari. Capivari avança a cada dia! É claro que, por mais que se faça, há sempre o que se fazer; é como em nossas casas, sempre tem algo que precisa de melhorias, ou que queremos reformar. Entre minhas prioridades não deixei algo sem concretizar, algumas coisas estão em finalização, mas a nossa parte enquanto poder público municipal estamos fazendo. É assim com a finalização e entrega das creches Jardim Santa Maria e Santa Tereza D’Ávilla, que ainda não foram entregues devido a atrasos na liberação de recursos do Governo Federal, do Ministério da Educação, e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação/FNDE para a conclusão. A pandemia de coronavírus atrasou alguns projetos, mas que serão concluídos e não estão de lado.

O Semanário – Como você avalia os resultados de sua gestão como prefeito de Capivari? Faria algo diferente do que fez até hoje?

Rodrigo Proença – Avalio que foi uma ótima gestão, Capivari tem avançado em muitos setores. Ao longo de toda a minha gestão, que é de muito trabalho, sempre busquei a melhoria na qualidade de vida dos nossos cidadãos, com mais saúde, mais educação, mais segurança, mais emprego, entre tantas outras conquistas, que fazem a nossa cidade merecer destaque e reconhecimento em toda a região do Estado, como vêm acontecendo.

Na economia trouxemos depois de 28 anos, grandes instalações de multinacionais, como a MOSB de origem japonesa, a canadense TW, a italiana Ezy Color. A Ferragens Negrão e outras empresas que aqui já estavam instaladas, através da lei de incentivo de isenções fizeram mais contratações, trouxeram maior faturamento para a cidade, ocasionando o aumento da receita e também da geração de empregos. Asfaltamos 100% do Distrito Industrial I.

Na área da habitação, diminuímos o déficit habitacional, entregamos 224 casas populares e aprovamos 16 loteamentos com o total de 4.498 lotes, 12 condomínios aprovados com 396 unidades, entre outras aprovações.
Investimos mais de R$50 milhões em água e esgoto. Diminuímos o número de acidentes no trânsito com grandes investimentos jamais vistos em semáforos, sinalizações horizontais (de solo) e verticais (emplacamentos).

Fizemos o maior programa de recapeamento e pavimentação da história de Capivari, com mais de 14 mil m2 somente no bairro Engenho Velho. Recapeamos mais de 160 ruas.

Construímos a Nova Rodoviária. Renovamos 80% da frota de veículos municipais. Reformamos os banheiros da Praça, a fonte e o chafariz, e em breve reinauguraremos o Coreto. Inauguramos recentemente o Centro Cultural Alan de Lima Palma, com teatro com capacidade para receber 150 pessoas e espaço de exposições.

Valorizamos servidores públicos, fizemos o pagamento em dinheiro do Vale Alimentação. Foram muitas e muitas ações, mesmo em 2020, tivemos uma atuação exemplar na pandemia.

O Semanário – Encerrando seu mandato à frente do Executivo de Capivari, quais são suas futuras pretensões políticas?

Rodrigo Proença – Estou estudando diversas propostas, tanto pública quanto privada. Quero descansar alguns dias e definir.

O Semanário – Que mensagem você deixaria para o próximo prefeito a partir de 2021.

Rodrigo Proença – Desejo ao Vitão e ao Bruno muito sucesso! Ambos são meus grandes amigos, conheço muito bem o caráter de cada um, o que me deixa muito otimista com o futuro de nossa cidade. Capivari está preparada para avançar ainda mais! Que Deus os ilumine e dê a eles muita sabedoria em suas decisões.

O Semanário – Qual sua mensagem de final de mandato para os capivarianos.

Rodrigo Proença – Gostaria de deixar meus mais sinceros agradecimentos a todos os que confiaram no meu trabalho, aos que dividiram essa jornada comigo, sonharam junto e, principalmente, acreditaram numa Capivari melhor, que construímos a cada dia, nesses 8 anos de mandato. Foram 8 anos de muito trabalho, respeito e amizade. Meu muito obrigado e um forte abraço!

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo