Rafard

Crime da moda: Ladrões furtam dois caixas eletrônicos do Santander com maçarico

O próprio secretário da Segurança Pública de São Paulo, Antonio Ferreira Pinto, classifica o ataque a caixas eletrônicos como o “crime da moda”. Os criminosos usam armamento pesado e explosivos para levar o dinheiro das máquinas de saque. Geralmente, chegam de madrugada em mercados e lojas de pouco movimento. Desta vez, a vítima foi a agência do Santander, localizada no centro. Dois caixas eletrônicos foram cortados com maçaricos durante a madrugada de quinta-feira, 22. O banco, contudo, não divulgou a quantia levada pelos criminosos, que fugiram.
Às 6h30, a Polícia Militar foi informada por uma ligação anônima que os caixas haviam sido furtados. De acordo com o PM Ribeiro, que estava em plantão com o PM Alex Paulo, a viatura passou pelo local por volta de 1h30 e tudo estava normal. “As últimas imagens gravadas pela câmera de segurança antes da pane, às 3h, mostram que quatro indivíduos entraram na agência, depois disso nada mais foi gravado”, diz Ribeiro.
Não havia sinais de arrombamento na porta principal da agência, que estava trancada durante a madrugada. A perícia chegou ao local por volta das 8h para elaboração do laudo técnico. O caso será investigado pela Polícia Civil. Em agosto, a agência já havia registrado uma tentativa de roubo há um dos caixas eletrônicos.
Este é o segundo caso de furto a caixas eletrônicos registrado neste mês em Rafard. Na madrugada do feriado de 7 de setembro, um aparelho do Bradesco, instalado em frente à portaria da Usina Cosan, foi explodido, porém os bandidos fugiram sem levar dinheiro.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo