Editorial

Editorial

Seguindo o que já fizeram diversos municípios brasileiros, a Câmara de Capivari aprovou nesta semana o aumento no número de vereadores. A partir de 2013, o Legislativo terá 13 cadeiras, quatro a mais do que o número atual, que é 9.
Em algumas cidades, a ampliação no quadro de edis, porém, sofreu contestações populares e políticas. Embora em Capivari a emenda à Lei Orgânica do Município tenta sido aprovada por unanimidade entre os vereadores e sem ser questionada pela população, vale a reflexão. Com o aumento no número de cadeiras, a Câmara defende que a população será beneficiada, pois terá “mais representatividade” na Casa de Leis. De fato, 13 cabeças podem pensar melhor do que 9. Mas quem garante que a população capivariana estará melhor servida com 13 vereadores do que se estivesse com 9?
Nem sempre quantidade é sinônimo de qualidade. De nada adiantará ter 13 vereadores se todos não estiverem comprometidos com os interesses da maioria. Antes de quantidade, precisa-se de qualidade e compostura, elementos que, até agora, têm sido demonstrados pelos membros da atual legislatura. Então, será mesmo necessário esse aumento? A próxima gestão (2013/2016) trará a resposta. Torcemos para que, de fato, mais quantidade reflita em mais qualidade. Pelo bem de Capivari.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>>1XBET