Capivari

Jorge Elias quer assumir a Santa Casa com apoio do Executivo

O vereador Jorge José Elias (PMDB), após voltar de uma viagem a Portugal, usou a tribuna livre para afirmar que com apoio do executivo e do legislativo, assume a direção da Santa Casa de Capivari. A declaração se deu na última sessão camarária, na segunda-feira, 16.
Antes porém, falaram os vereadores Valdir Antonio Vitorino (PDT), Mateus Scarso (PMDB), Nelson Soares (PR), Gilceane Orosco Malto (DEM) e Arnaldo Annicchino Nacarato (PSD). O vereador Edson José Bombonatti (PDT) foi o último a se pronunciar. Ele criticou a administração por ignorar suas reivindicações.

Buracos e lombadas
O vereador Valdir da Farmácia (PDT) chamou a atenção do executivo para os buracos nas ruas do bairro Morada do Sol. A pedido dos moradores, que reclamam do excesso de velocidade dos veículos que passam pelo local, Valdir reivindicou redutores de velocidade na Rua Noel Rosa.
O vereador Nelson Soares (PR) reforçou a reivindicação e cobrou do executivo a implantação desses redutores de velocidade. Soares ressaltou que no último sábado aconteceram 2 acidentes de veículos no local.

Respeito
Mais uma vez o presidente Vitor Hugo Riccomini pediu aos vereadores que se respeitassem.
Após os elogios de Soares à administração municipal pela iluminação da Rua Érico Veríssimo, na Morada do Sol e de um aparte de Jorge Elias também enaltecendo esse trabalho, Valdir da Farmácia rebateu dizendo que é obrigação do executivo melhorar a iluminação pública pois a população paga uma taxa por isso.
Elias defendeu o executivo: “com a dívida enorme que existia, não é mais obrigação da Prefeitura. O vereador Valdir tem probleminha para entender certas coisas”, completa.
A plateia presente quis se manifestar, mas foi impedida pelo presidente.
Nelson Soares completa que fez requerimento para saber o valor de contribuição e conta que o valor arrecadado não é suficiente para esse investimento.

Gil declara apoio à reeleição de Campaci
A vereadora Gilceane Orosco Malto (DEM) declarou seu apoio à reeleição ao executivo do prefeito Luis Donisete Campaci (PMDB).
Gil disse que Campaci está preparado para ficar mais 4 anos à frente do executivo.
É só palpite
“A administração pública municipal deveria gastar menos com a comunicação, radares e iluminação de estádio de futebol.” É o que afirma o vereador Arnaldo Annicchino Nacarato (PSD).
O edil garante que o déficit anual da Santa Casa é de mais de R$ 4 milhões e que a entidade vai acabar fechando sob a responsabilidade de todos, inclusive do legislativo que, antes de votar qualquer projeto, deveria analisar melhor os gastos com a saúde. O vereador lamenta porém que, faz parte do legislativo e que só pode dar palpite.
Para ele, o prefeito está “pegando carona na inauguração do pronto socorro, com a inauguração do asfalto do Santa Rita”. O edil explica que o Pronto Socorro da Santa Casa apenas saiu da parte de baixo, e estabeleceu-se nas instalações que antes eram ocupadas pela Amhpla. “O que o prefeito inaugurou ali pessoal? Issó é uma vergonha, é politicagem”, disse.

Santa Casa
O vereador Jorge José Elias (PMDB) repudiou a todos os que, de alguma maneira criticam a falta de solução para a Santa Casa. Elias se declara: “eu me proponho a assumir a Santa Casa. Com uma condição, eu Jorge Elias, faço parte do Legislativo, e não do Executivo, mas me proponho a por um dedo de gestão lá, desde que eu tenha apoio da sociedade, do executivo através do prefeito Campaci e da secretária Sueli. Eu implanto um modelo para a Santa Casa, nem que seja meio período, eu quero contribuir com a solução, eu não posso deixar de registrar o Pascoal Marracine, que é mestre dos mestres em gestão hospitalar. Eu tomo a dianteira, eu Jorge Elias, e quem quiser da sociedade, venha comigo.”
Mas o vereador Arnaldo Annicchino Nacarato pede aparte e responde: “se o Jorge Elias assumir a Santa Casa, ela vai à falência em 60 dias”.
Mais uma vez, restou ao presidente Riccomini acalmar os ânimos e pedir respeito entre os colegas para que a casa não caia em descrédito com a população.

Muita tecnologia e pouca infraestrutura
É o que concluiu o vereador Edson José Bombonatti (PDT). Tambuzinho lamenta que há anos pede melhorias no bairro Ribeirão. Ele acredita ser importante um vereador correr atrás de tecnologia para o município mas em contrapartida, se entristece ao ver que um vereador não consegue ao menos o cascalhamento do bairro.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo