EsportesRegião

Marcel Capretz

Início é tudo!
O Corinthians foi campeão brasileiro no ano passado porque teve um início arrasador. Como ficou fora da fase de grupos da Libertadores e não disputou a Copa do Brasil, o técnico Tite precisava começar bem o Brasileirão, até mesmo para segurar seu emprego.
Neste ano, a situação é diferente. O Coringão é semifinalista da Libertadores. Terá dois jogos dificílimos contra o Santos. E começou com duas derrotas o campeonato nacional. Os reservas é que jogaram na estreia contra o Fluminense e neste domingo, contra o Atlético-MG, foi praticamente um time misto que entrou em campo. O Coringão não tem um elenco recheado de opções, como muitos acreditavam. Não dá para contar com alguns jogadores, dentre eles Liedson e Douglas.
Iniciar mal o Brasileirão não significa que o Corinthians tem um time ruim. Significa apenas que a cada ponto desperdiçado o sonho do bicampeonato fica distante. Os pontos disputados agora valem o mesmo dos disputados nas últimas rodadas.

Esquentadinho
Luis Fabiano precisa se controlar mais em campo. Será que com mais de trinta anos de idade ele ainda não aprendeu que um árbitro não vai voltar atrás de nenhuma marcação? Não adianta reclamar Fabuloso! Em duas rodadas do Brasileirão ele já recebeu dois cartões amarelos.
Nas semifinais do Campeonato Paulista, contra o Santos, ele ficou de fora porque estava suspenso. Infantilmente, recebeu o terceiro cartão amarelo diante do Bragantino nas quartas de final. Luis Fabiano é fundamental para o Tricolor. A equipe precisa de seu centroavante matador! Não dá para se dar ao luxo de perdê-lo por conta de seu temperamento explosivo!

Gladiador
O Palmeiras terá muitas dificuldades para chegar a final da Copa do Brasil. O time do Grêmio, como um todo, é muito bom. Vanderlei Luxemburgo não é mais o grande técnico da década passada, porém ainda sabe armar boas equipes. Mas o que realmente deve preocupar a nação palmeirense é Kleber Gladiador, que estará de volta após se recuperar de uma lesão. Kleber sempre jurou amor eterno ao Palmeiras, mas saiu pela porta dos fundos do clube no ano passado. O técnico Luis Felipe Scolari forçou a direção do Palestra a escolher entre ele e o Gladiador. A briga entre os dois foi tão feia que o atacante disse que os jogadores do Palmeiras apenas fingiam que gostavam do técnico. Se o palmeirense já estava receoso, deve ficar ainda mais sabendo que seu ‘ex-xodó’ estará, raivoso, do outro lado.

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>>1XBET