DestaquesRegião

Operação da Polícia Civil prende suspeitos de estupro de vulnerável e outros crimes

Durante operação da Polícia Civil de Capivari, foram presos 3 suspeitos de estupro de vulnerável. A ação aconteceu na manhã de terça-feira (26).

Segundo a polícia, os três estão sendo investigados por estupro de vulnerável e tiveram a prisão temporária decretada, cada um em casos distintos.

Na Fazenda Sabaúna, em Tietê/SP, um homem de 28 anos foi preso pelo estupro de uma menina de 16 anos, filha da ex-companheira dele. De acordo com a denúncia, os abusos aconteciam desde que a vítima tinha 12 anos.

O segundo caso é de um homem de 53 anos, preso por suspeita de estuprar a filha, uma menina de apenas 9 anos. Ele também foi localizado em Tietê, no bairro Jardim Bandeirante.

Em Capivari, os agentes da PC localizaram o terceiro investigado, também acusado de estuprar a própria filha, de 4 anos de idade.

A Dra. Maria Luísa Dalla Bernardina Rigolin, da Delegacia de Defesa da Mulher de Capivari, comandou as investigações e a operação, que terminou com a prisão dos suspeitos.

A Polícia Civil também cumpriu um mandado de prisão, mediante sentença definitiva, de um homem de 30 anos, pelo crime de tráfico de drogas cometido em 2020.

Internação

Um adolescente foi apreendido pela PC após solicitação de internação por tempo indeterminado pelo Poder Judiciário. Em 2021, o menor foi apreendido em flagrante pela prática de ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.

Ele foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo competente (CASARIO Piracicaba).

Denúncias

A Polícia Civil de Capivari orienta a população, caso presencie ou desconfie de abusos ou exploração contra a criança e ao adolescente, que não fique em silêncio.

É possível fazer denúncia anônima nos telefones: Disque Denúncia Nacional 100; em caso de emergência 190; Conselho Tutelar (19) 3492-3025 ou 3492-6422; Guarda Civil 153 (fora do horário do Conselho Tutelar); CREAS (19) 3492-5805; Delegacia de Defesa da Mulher (19) 3491-4181 ou 3491-2563; também pelo WhatsApp Denúncia (19) 9 8915-9948 e pelo e-mail [email protected]

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
>>1XBET
>>JADE