Editorial

Saudades de um tempo que ainda não vivi

Independência… democracia… liberdade…

Palavras bonitas e imponentes, que ilustram o vocabulário do brasileiro. Estão na moda e na boca do povo, pelos sedentos por mudança.

Mas, cá entre nós, será mesmo possível conquistar a tal independência e liberdade num país em que a democracia parece ruir dia a dia?

A cada momento, fica mais acirrada a briga entre os Poderes, inflamada por uma imprensa corrupta e marrom.
Vivemos em um país em que o Presidente não conseguiu comandar tranquilamente, sequer por um segundo. É porrada e bomba, sem dizer da distorção da realidade, em cada fala, em cada gesto, em cada suspiro.

Imprensa, artistas, empresários, políticos, enfim, aquele bando que ‘mamava nas tetas’ do governo Federal, trabalham incansavelmente para sufocar Jair Bolsonaro, mais que isso, eles parecem querer decapitar o chefe de Estado maior.

Ora, enquanto a torneira da corrupção escorria pelas mãos sujas desses falsos moralistas, estava tudo bem. Oposição? Só aquele bate e assopra. Era tapinha na frente das câmeras e abraço nos bastidores.

Quem tem o mínimo de conhecimento de como funciona a política sabe do que estamos refletindo.

Pena que até agora não conseguimos ver do que realmente é capaz o presidente Bolsonaro e o seu grupo, que sob intensa pressão, é estimulado a errar a qualquer custo.

Pena ter que conviver com meios de comunicação e pessoas que só pensam no próprio umbigo, deixando de lado o compromisso com a verdade e com o povo.

Pena viver em um país tão rico de recursos naturais, que poderia ser uma das maiores potências mundiais, mas tem sua imagem vendida como país do futebol, do samba, do carnaval, da prostituição, da insegurança e da corrupção.

A pandemia da Covid-19 não é a maior catástrofe ou inimigo que enfrentamos atualmente. A luta sempre foi e sempre será contra um ‘sistema’, que trabalha da seguinte maneira: “quem não está comigo, está contra mim”.

É um discurso triste, mas realista, nem a favor, nem contra governos ou pessoas, mas que reflete os dias atuais.

Quem será por nós?

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content