Editorial

Também queremos ser lembrados

editorial-de-aniversário-29-anos-jornal-o-semanário
Jornal O Semanário completa 29 anos nesta sexta-feira, 15 de maio de 2020

O que dizer neste 15 de maio de 2020, data que marca a comemoração dos 29 anos do jornal O Semanário Regional – periódico semanal impresso e diário online.

Diferente de tantas outras comemorações, o discurso deste editorial será atípico. Sim, esta editoria, que sempre vem a público trazer palavras de incentivo e esperança, se questiona neste momento: “comemorar o que?”

Sabemos que não está sendo fácil para ninguém. O momento é de incertezas, de decisões drásticas, e também podemos dizer, de solidariedade. Enfim, difícil elencar como cada um tem enfrentado essa crise mundial, bem como, prever como serão os próximos meses.

Na nossa área – jornalismo – o mundo já não sabe mais em quem e no que acreditar. A quantidade de informações discordantes disseminada pelas grandes mídias coloca cada vez mais em cheque a importância da imprensa. Sob grande influência política, muitas estão jogando o jogo de maneira suja e sorrateira.

E onde fica a credibilidade dos ‘pequenos’ meios de comunicação, que em contrapartida, são gigantes na missão de se manterem vivos?

Há anos, grande parte da imprensa do interior vem se reinventando, investindo em tecnologia, criando conteúdos para todos os públicos, tudo para que possam receber a informação em diversos formatos. Seja nas páginas impressas, no computador, no celular, em texto, em áudio, em vídeo, enfim.

Tudo isso, para atender esse público plural e tentar alavancar o setor comercial. Mas, infelizmente, com custos cada vez mais elevados, pouco incentivo do setor público e privado, a missão fica cada dia mais difícil.

Em contrapartida, as cobranças e críticas são constantes. Algumas, construtivas, até ajudam a sermos melhores. A percepção que temos é que o jornal só tem valor ou só ‘presta’ quando acionado para precisões em assuntos polêmicos, tais como: a derrubada da casa do fundador de Rafard, Júlio Henrique Raffard, ou num passado recente, quando tentaram terceirizar a água na cidade. Podemos elencar também as constantes cobranças antes do desabamento do prédio do museu de Capivari. Que tal também relembrar da derrubada da antiga ‘rodoviária’. E por último, quando do fechamento dos comércios por causa da pandemia do coronavírus, fomos acionados por empresário, tudo para dar voz e vez à população.

Verdade é, que precisamos ser reconhecidos, incentivados e motivados constantemente, para não abrir espaço para oportunistas, que sem qualquer compromisso com a população e a cidade, se instalam como vírus.

Por isso, reforçamos a importância de uma imprensa forte na cidade, que tenha condições e ferramentas para exercer o seu papel com profissionalismo. E isso exige dedicação e material humano, afinal, poucos desconhecem quantos profissionais são necessários para manter a ‘roda girando’.

Somos o único jornal impresso da ‘Cidade Coração’, e sem qualquer egoísmo, desejamos que todo esse incentivo também seja transmitido para a única rádio comunitária da cidade, a R FM 107,9, que como nós, presta um serviço quase que filantrópico.

Mais do que um desabafo, esse editorial é um apelo para que as pessoas de bom coração, que gostam de receber informação verdadeira e tem a consciência da importância da imprensa do interior, apoiem como puder. Como qualquer outro comércio, um jornal vive de vendas, e no nosso caso, o produto é o jornal impresso e também os anúncios comerciais, ou seja, as propagandas.

Este é o momento de valorizar quem é de casa. Afinal, você abre a porta do seu escritório ou residência para um desconhecido?

Findando, vale ressaltar que o jornal O Semanário resiste e persiste em manter viva essa história construída ao longo de tantos anos. Nossa conexão é pelas palavras e estaremos juntos, até quando pudermos.

Contamos com vocês e agradecemos a todos que fizeram parte nestes 29 anos, bem como, os que contribuem atualmente para levar a você, leitor, informação com credibilidade.

Com a sua licença, rumo aos 30!

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar