DestaquesRafard

Piano Alemão de Paulino Pelegrini é doado para acervo de Rafard

Foto: Arquivo pessoal

O piano alemão, que pertenceu ao rafardense Paulino Pelegrini, agora faz parte do acervo do patrimônio cultural do município de Rafard.

Na semana passada, familiares de Pelegrini, que era pianista e professor de francês, fizeram a doação ao Centro Cultural Júlio Henrique Raffard.

Foto: Arquivo pessoal

Paulino Pelegrini faleceu no último dia 09 de maio, aos 83 anos, por complicações causadas pela doença de Alzheimer. Ele tinha formação em Educação Artística, ministrou aulas de francês e de piano, foi professor no Conservatório de Tatuí, e por muitos anos foi colunista no Jornal O Semanário.

Além do instrumento, um piano M.Schawartzmann, que pertenceu a Paulino por cerca de 70 anos, também foram doadas todas as partituras e uma foto do pianista com apenas 18 anos de idade, época em que ele comprou o instrumento.

“O instrumento, que agora passa a ser Patrimônio Cultural e Histórico de Rafard, eterniza a memória dele junto a todos os rafardenses.

O músico do Conservatório de Tatuí, residente por muitos anos na Rua Capitão José Duarte Nunes, era um idealista e apaixonado por nossa cidade”, afirmou o vice-prefeito Wagner Bragalda.

Foto: Arquivo pessoal

Entre as doações para o acervo cultural, também está a máquina de escrever, uma relíquia que pertenceu a Paulino por mais de 80 anos.

A máquina de escrever era de seu cunhado Luís Ortolani, que foi casado com sua irmã, a Nair Pellegrini Hortolani.

A iniciativa de doar os objetos e o piano de Paulino para o município foi de sua sobrinha Ana Maria Hortolani Fontolan, de seu sobrinho Luís Hortolani Júnior e da sobrinha neta Camila Hortolani.

Botão Voltar ao topo
Skip to content