DestaquesRafard

Rafard realiza mutirão de vacinação contra a Covid-19 neste sábado

A Diretoria de Saúde de Rafard realiza neste sábado (20), feriado da Consciência Negra, um mutirão de vacinação contra a Covid-19. O imunizante será aplicado das 7h30 às 16h, na escola Benedita Vendramim, em moradores que agendaram a segunda dose desde o mês de setembro e ainda não conseguiram completar o ciclo vacinal.
Segundo o governo municipal, recentemente, houve a redução de tempo para receber a segunda dose do imunizante da Pfizer, portanto, moradores com 18 anos ou mais, com 21 dias do recebimento da primeira dose, já podem receber a segunda dose.

A diretoria de Saúde explica que, para os menores de 18 anos, também houve a redução do tempo entre a primeira e a segunda dose, para 56 dias. Os munícipes que estão dentro destes períodos devem procurar o posto de vacinação para receber o imunizante.

Já os rafardenses que aguardam para receber a segunda dose da Astrazenica, Pfizer e Coronavac, devem procurar o posto de vacinação neste sábado.

Para ser imunizado, é necessário levar comprovante de endereço, documento com foto, CPF, cartão SUS do município e comprovante de vacinação. Não é necessário agendamento, nem chegar antes do horário.
A Vigilância Epidemiológica orienta as pessoas a utilizarem máscara no posto de vacinação, manterem o distanciamento social e não levar animais de estimação.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3496-1038.

Dose adicional

O Governador João Doria anunciou, na quarta-feira (17), que toda a população adulta poderá se vacinar com a dose adicional da Covid-19. A nova orientação do Plano Estadual de Imunização (PEI) segue a diretriz do Programa Nacional de Imunização (PNI) e vale para todas as pessoas que tomaram as duas doses há pelo menos cinco meses, ou seja, quem completou seu ciclo de vacinação até o mês de junho.

A dose adicional era recomendada apenas a quem tinha mais de 60 anos de idade, aos profissionais da saúde e imunossuprimidos, com um intervalo de seis meses. Com a mudança, 710 mil pessoas em todo o estado já estão aptas a receber a dose adicional do imunizante.

Até o momento, segundo o Governo do Estado de SP, 3,6 milhões de pessoas já tomaram a dose adicional e outras 2,4 milhões com esquema completo já podem receber a dose de reforço.

“Importante destacar que os imunizantes disponíveis na rede pública de saúde são seguros, eficazes e podem ser utilizados nesta estratégia vacinal. Assim, em São Paulo o imunizante para a dose de reforço será aquele que estiver disponível no posto de saúde: Pfizer, Coronavac e até mesmo Astrazeneca”, destaca Regiane de Paula, Coordenadora do PEI.

De acordo com o Governo Federal, quem tomou a dose única da vacina da Janssen deverá tomar uma segunda dose após oito semanas e, após cinco meses de completar o ciclo vacinal, já poderá receber a dose de reforço. O Estado de São Paulo, porém, não conta com estoque deste imunizante e aguarda o envio de doses do Ministério da Saúde para definir a adesão às novas diretrizes com relação a esta vacina.

Túlio Darros

Jornalista (MTB: 63932/SP), diretor proprietário do Jornal O Semanário Regional, e publicitário, sócio proprietário da Syna Publicidade

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content