Opinião

Politicaliente

Histórico – Segunda-feira, 5 de setembro de 2011. Dia histórico na Câmara de Capivari. Pela primeira vez um negro e também evangélico preside uma sessão do Legislativo. De seus pares, Nelson de Souza Soares (PR), presidente por 30 dias, recebeu votos de sucesso. Também fazemos destas, nossas palavras. Parabéns e bom trabalho, presidente.

Orgulho – Como há tempos não se via, o Capivariano tem enchido seus torcedores de orgulho. O time, mesmo em meio a limitações financeiras, está na terceira fase do Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Osvaldo Agostinho Riccomini, o Vadinho, presidente da equipe, com muita justiça, foi homenageado antes do início da sessão pelas décadas de trabalho à frente do Leão. Parabéns, presidente!

Homenagem – Professores de educação física da Rede Municipal de Ensino foram homenageados pelos vereadores em comemoração ao Dia do Profissional de Educação Física (comemorado em 1º de setembro). Justo reconhecimento!

Dividida – Gilceane Orosco Malto (DEM) não poupou críticas à saúde no munícipio. “Me envergonho de fazer parte deste governo. Fazemos parte e vamos ficar marcados por uma gestão que deixou a UTI fechar”, disse. Segundo ela, pessoas morrem diariamente por falta de uma UTI. “A saúde nunca esteve tão ruim e tão precária.” Gil também relatou a demora para agendamento de consultas com ginecologista e a precariedade do atendimento na pediatria nos postos de saúde. Por outro lado, a vereadora elogiou a atuação da Prefeitura em outras áreas, como não resolução ao problema de falta de água. Mas isso, frente a tantos problemas na saúde, não vale nada, de acordo com ela. “Clamo melhorias na saúde pública. De que vale ter tudo, mas não ter saúde?”, indagou.

Estreia – Com muitos cumprimentos e discurso de “vim para somar”, o suplente de vereador Bruno Barnabé (PPS) tomou posse do cargo e fez sua estreia na Câmara. Ele ocupará uma das nove cadeiras do Legislativo por 30 dias, período do afastamento de Vitor Hugo Riccomini (PTB).

Tarsila do Amaral – O aniversário de 125 anos do nascimento da artista plástica Tarsila do Amaral foi lembrado por Jorge José Elias (PMDB). O vereador leu uma breve biografia de Tarsila. “Ela é um exemplo de vida”. Jorge Elias fez uma indicação ao Executivo para que seja colocada no portal de entrada da cidade a imagem do “Abaporu”, uma de suas mais famosas obras, com a mensagem: “Bem vindo a Capivari, terra de Tarsila do Amaral, nascida em 1º de setembro de 1886”. E no lado oposto ao portal, para quem sai da cidade, a frase: “Obrigado, volte sempre à Terra dos Artistas e dos Poetas”.

Amigos novamente – Há duas semanas, Mateus Scarso (PMDB) repudiou em tribuna a resposta que o superintendente do Saae, José Luiz Cabral, apresentou a um requerimento de sua autoria. No documento, Cabral teria escrito: “Sua acompanhante, amiga, colega ou especial apadrinhada”, se referindo a uma pessoa relacionada ao caso. Scarso considerou o termo usado pelo superintendente como ofensivo, defendendo moção de repúdio e até a exoneração de Cabral do cargo. Nesta semana, o vereador contou que recebeu um ofício do superintendente com um pedido de desculpas. “Ele descreve no ofício que quis explicar, não ofender. E, se por acaso ofendeu, ele pede desculpas. Venho aqui publicamente aceitar as desculpas”, disse Scarso. O vereador também aproveitou a oportunidade para selar a paz com o superintendente. “Tenho que reconhecer que às vezes erramos em nossos pronunciamentos. Quero pedir desculpas publicamente ao Cabral caso eu tenha o ofendido.”

Empasse – O debate sobre sossego público tem dado muito pano pra manga. Os vereadores debateram o tema por mais de 20 minutos. Uma das principais reclamações é sobre veículos que circulam pela cidade, muitas vezes tarde da noite, com o som muito alto. Alguns vereadores defenderam que emendas sejam criadas alterando a lei que já existe para regulamentar os ruídos sonoros produzidos por comércios, igrejas, no trânsito e também em ambientes públicos. Ao fim da discussão, nada de concreto foi decidido. Mas o tema voltará a ser debatido e ainda vai render…

Por hoje é só, semana que vem, se Deus quiser, estaremos de volta. Bom final de semana e até a próxima!

Jornal O Semanário

Esta notícia foi publicada por um dos redatores do jornal O Semanário, não significa que foi escrita por um deles, em alguns dos casos, foi apenas editada.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo