Capivari

Secretaria de Saúde faz alerta para o combate a Dengue em Capivari

Neste ano, o município registrou 16 casos positivos da doença mais 3 casos importados

A Secretaria da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, informa nesta quinta-feira (26), que ao todo são 166 notificações de Dengue no ano de 2020; destes 16 são positivos autóctones e 3 importados e 147 casos foram descartados.

Com o calor intenso e chuva percebe-se aumento do número de casos. Devido a Pandemia do coronavírus, os trabalhos de combate à Dengue, como o casa-a-casa, vistoria em imóveis especiais, foram suspensos até início de outubro e a Secretaria da Saúde está realizando o trabalho preventivo de orientação à população através das mídias sociais e outras.

A população deverá manter os cuidados com os criadouros do mosquito, não deixando água parada, pois basta fazer uma checagem bem rápida nos locais onde o mosquito Aedes Aegypti costuma colocar seus ovos, como:

Imagem ilustrativa
  • Elimine os pratos dos vasos de plantas, pois o seu uso pode gerar acúmulo de água.
  • A caixa d’água totalmente vedada evita a entrada ou saída de mosquitos.
  • Calhas limpas, sem folhas e outras sujeiras, evitam o acúmulo de água.
  • Galões, tonéis, poços, latões e tambores devem ser vedados totalmente, inclusive aqueles usados para água de consumo.
  • Pneus devem ser guardados em locais cobertos, garrafas vazias, armazenadas sempre com a boca para baixo.
  • Ralos limpos e com aplicação de tela evitam o surgimento de criadouros.
  • Bandejas de ar-condicionado limpas impedem o acúmulo de água.
  • Bandejas de geladeira também podem se tornar criadouros para o mosquito.
  • Plantas como bambu, bananeiras, bromélias, gravatás, babosa, espada de são jorge e outras semelhantes também podem acumular água.
  • Vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual devem ser tampados e verificados semanalmente.
  • Na área de serviço, baldes virados com a boca para baixo evitam o acúmulo de água.
  • Lonas usadas para cobrir objetos ou entulho bem esticadas evitam a formação de poças d’água.
  • Piscinas e fontes devem ser limpas e tratadas com o auxílio de produtos químicos específicos.
  • Evite o acúmulo de entulho nos quintais, além de evitar a dengue, evita outros animais como escorpiões, cobras, ratos e baratas.
  • Evite jogar copos descartáveis nas praças.
  • Atenção redobrada com os carros abandonados, pois são potenciais criadouros.

Ao manter estes cuidados, além de ajudar a controlar os casos, ajuda o município a ter um verão livre da doença, que além da Dengue, previne Zika Vírus, Febre Amarela e Chikungunya. Sabe-se que a maior preocupação é quanto ao Coronavírus, mas não podemos negligenciar os cuidados com as demais doenças que também são graves e podem matar.

A orientação da Secretaria da Saúde em caso de suspeita de Dengue é procurar atendimento médico. Mais informações na Vigilância Sanitária pelo telefone: (19) 3492-7368 ou na Vigilância Epidemiológica pelo telefone: (19) 3492-7326.

Botão Voltar ao topo