CapivariNotícias

Unimed Capivari promove campanha preventiva sobre câncer de próstata

28/11/2014

Unimed Capivari promove campanha preventiva sobre câncer de próstata

Colaboradores usaram um botom, simbolizando a campanha, e entregaram folders explicativos aos beneficiários
Dr. Walmor Val é especialista em Urologia e médico cooperado da  Unimed Capivari (Foto: Divulgação/Unimed Capivari)
Dr. Walmor Val é especialista em Urologia e médico cooperado da Unimed Capivari (Foto: Divulgação/Unimed Capivari)

CAPIVARI – Em campanha nacional, o mês foi instituído “Novembro Azul” com a finalidade de conscientizar o público masculino sobre a importância da realização dos exames preventivos e, principalmente, para driblar o preconceito, pois a única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce.

No mês de novembro, a Unimed Capivari, em parceria com o Instituto Lado a Lado Pela Vida e Sociedade Brasileira de Urologia, realizou algumas atividades preventivas com o intuito de alertar e prevenir essa patologia. Os colaboradores (homens e mulheres) usaram na lapela do uniforme um botom, simbolizando a campanha, e entregaram folders explicativos aos beneficiários.

Sobre a doença

Estima-se que em 2014 serão diagnosticados 69 mil novos casos de câncer de próstata, porém se descoberta precocemente a doença tem 90% de chances de cura. No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais frequente em homens, após os tumores de pele. Os fatores de risco podem estar relacionados ao histórico familiar de câncer de próstata como pai, irmão e tio. Homens negros e obesos, no entanto, sofrem maior incidência.

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer isso significa que o tumor já está em fase avançada, o que dificulta a cura. Os principais sintomas na fase avançada são: dor óssea, dores ao urinar e vontade de urinar com frequência.

Como se prevenir

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo com a falta de sintomas, homens a partir de 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem estes fatores devem ir anualmente ao urologista para fazer o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações na glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, além de fazerem o exame de sangue PSA. Fazer atividades físicas regularmente, reduzir o consumo de álcool, não fumar e ter uma alimentação saudável melhora a saúde de modo geral e também podem ajudar a prevenir esse câncer.

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar