DestaquesRafard

Legislativo x Executivo: “a relação não foi uma das melhores”, desabafa Brigati

Insatisfeito com a política, presidente da Câmara de Rafard termina o mandato e revela que estará fora do atual cenário

Na reta final de seu mandato como presidente da Câmara de Rafard, o vereador Marco Antonio Brigati concedeu entrevista exclusiva ao Jornal O Semanário. Ele fez críticas ao Poder Executivo, falou sobre a falta de ética na política e apontou suas principais conquistas dos últimos dois anos.

Confira a íntegra da entrevista, de forma imparcial, essas são as opiniões expressadas pelo atual presidente do Legislativo rafardense.

marco-brigati-presidente-da-câmara-de-rafard-entrevista-fim-de-mandato
Marco Brigati, fala sobre relação conturbada entre Legislativo e Executivo (Foto: Wanderley Alves/O Semanário)

O Semanário – Nos seus dois anos de presidência da câmara, como avalia a relação entre o Governo Municipal e o Poder Legislativo? Foi uma relação positiva? Há pontos que poderiam ter sido diferentes?

Brigati – A relação não foi uma das melhores, pois em algumas vezes, houve imposições oriundas do Poder Executivo em relação a projetos que, muitas vezes, não se tinha tempo hábil para avalia-los, pois sempre existia vereadores para assinar regime de urgência especial.

No tocante, o Executivo nunca olhou o Legislativo de forma homogênea, dando preferências a executar pedidos de uns e não de outros, fazendo assim com que o elo de ligação entre os poderes, por inúmeras vezes, pudesse ser quebrado. Sem contar que a falta de diálogo entre os dois poderes foi muito grande, deixando transparecer que a real falta de interesse para resolução de problemas era visível, o que deixou clara que interesses pessoais sempre falaram mais alto, e quem sempre perde com isso é a população.

O Semanário – Cite as principais conquistas dos seus dois anos de Presidente da Câmara de Rafard.

Brigati – Algumas conquistas durantes esses dois anos foram 4 emendas estaduais: duas do deputado Roberto Moraes, sendo uma de R$ 200 mil para recapeamento asfáltico em trechos da IV Centenário, rua Alziro Talassi e avenida Dr. José Soares de Faria; uma de R$ 75 mil para a compra de equipamentos de fisioterapia. Mais duas emendas do deputado Rodrigo Moraes, sendo uma de R$ 80 mil para a reforma da Unidade Básica de Saúde (UBS) – pinturas etc –, uma de R$ 100 mil para aquisição de uma ambulância. Isso tudo em parceria com o atual prefeito Carlos Roberto Bueno. Outros pedidos foram encaminhados a outros deputados, mas até então não logramos êxito.

O Semanário – O que estava entre suas prioridades de realização como presidente da câmara e que não será possível concretizar até o dia 31 de dezembro? Quais os principais motivos que impediram que esta prioridade fosse alcançada?

Brigati – Considero algumas prioridades que poderiam ter sido concluídas. Uma delas é o projeto do Corpo de Bombeiros para que as atividades relativas ao funcionamento no prédio possam continuar. A troca do piso que precisa de manutenção, mas como a obra citada anterior não foi concluída, prejudicou esse serviço.

Também a realização do Concurso Público para o cargo de Contador que não atingiu nota mínima no Concurso de 2019, e tudo isso se deu por conta de um ano atípico a tudo o que já vivemos. A pandemia resultou em toda essa dificuldade.

Um ponto não menos importante foi a Lei da Ficha Limpa que ao meu ver ficou um tanto quanto obscura, pois foram apresentadas emendas modificativas ao projeto original, que deixou bem claro que a vontade de alguns é que a nossa política nunca seja séria e que interesses por coisas ilícitas aflorem na mente de muitas pessoas “infelizmente” e os motivos da não conclusão das citadas prioridades foi a tão falada pandemia e a falta de ética de alguns políticos que não querem mudanças.

O Semanário – Encerrando seu mandato à frente do Legislativo de Rafard, quais são suas futuras pretensões políticas?

Brigati – Voltado ao entendimento de que sempre prezei por uma política que deveria estar voltada às vontades da população e não de um grupo de ideologias é que neste momento não tenho pretensão nenhuma na política como a de hoje. Não digo que “jamais”, porém aprendi muito e acabei de crer que para muitos: “quanto pior melhor”.

O Semanário – Que mensagem você deixaria para os próximos vereadores eleitos que ocuparão as nove cadeiras do Legislativo rafardense?

Brigati – A minha mensagem é que os vereadores eleitos possam juntos trabalhar por uma Rafard melhor e os interesses pessoais possam ser deixados de lado e que olhem com carinho para o povo. Pois a razão da vitória de cada um é o munícipe que depositou a confiança de dias melhores e que o Senhor Nosso Criador conceda discernimento a cada um para dar o melhor de si. Juntamente, Executivo e Legislativo, trabalhem pelo bem comum. Que é o povo rafardense. Boa sorte a todos!

O Semanário – Qual sua mensagem de final de mandato para os rafardenses?

Brigati – Quero através desta mensagem, desejar a todos os rafardenses, que Deus possa iluminar a cada um no findar deste ano tão conturbado de 2020 e que as graças vindas dos céus possam ser derramadas sobre cada um no próximo ano. Deixo aqui também meu pedido de desculpas, se em algum momento deixei a desejar naquilo em que depositaram em mim sua confiança. Digo que tentei fazer o meu melhor e se não consegui, me perdoem. A vida continua e quero continuar sendo o amigo de sempre.

Muito obrigado povo rafardense, muito obrigado por tudo.

Ivanete Cardoso

Jornalista - MTB 57.303
Botão Voltar ao topo