Geral

Campanha contra a Raiva em cães e gatos começa nesta segunda-feira em Capivari

Campanha contra a Raiva em cães e gatos começa nesta segunda-feira em Capivari
Imagem divulgação

O Moreto será o primeiro bairro a receber a equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que atenderá a população na Eicap Prof. Aldo Silveira

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Capivari, dá início nesta segunda-feira, 15, à Campanha contra a Raiva – cães e gatos 2019, na zona urbana do município.

Haverá pontos de vacinação pelos bairros, para que cães e gatos sejam vacinados contra a raiva, até o dia 19 de agosto.

A partir do dia 26 de agosto, a zona rural também receberá a equipe do CCZ para a imunização destes animais.
Doença

A Raiva é uma doença infecciosa viral aguda, que acomete mamíferos, inclusive o homem.

De acordo o Ministério da Saúde, a raiva caracteriza-se como uma encefalite progressiva e aguda com letalidade de aproximadamente 100%. É causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rabhdoviridae.

É transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, principalmente por meio da mordedura, podendo ser transmitida também pela arranhadura e/ou lambedura desses animais.

Nos cães e gatos, a eliminação de vírus pela saliva ocorre de 2 a 5 dias antes do aparecimento dos sinais clínicos e persiste durante toda a evolução da doença (período de transmissibilidade).

A morte do animal acontece, em média, entre 5 e 7 dias após a apresentação dos sintomas.

Sintomas

Dentre os principais sintomas nos animais com a doença estão: alterações de comportamento, nas quais ficam mais agitados e agressivos.

A salivação também se torna abundante. Já no homem, a doença geralmente causa mal-estar, náuseas, aumento de temperatura, irritabilidade, cefaleia, inquietude, entre outros, levando a óbito no período de dois a sete dias do aparecimento dos sintomas. Nos animais, a morte acontece entre cinco e sete dias do surgimento dos sinais.

“Por isso a vacinação é tão importante, mesmo em animais domésticos. A raiva não é transmitida somente por mordidas de outros cães e gatos nas ruas. Ela pode ser transmitida também por animais silvestres, por morcegos, também pela salivação. Quando acontecer uma mordedura de qualquer pessoa na rua por um animal desconhecido, por exemplo, é preciso limpar o ferimento com água abundante e sabão, e em seguida, procurar o mais rápido possível atendimento médico para acompanhamento do caso, e se preciso, administrar o soro vacinação no humano”, diz a diretora de Vigilância em Saúde, Simoni Pacheco.

Para o prefeito, Rodrigo Proença, cuidar da saúde dos nossos animais também é cuidar da saúde de toda a população.

“A raiva é uma doença grave, que mata em quase 100% dos casos, mas que tem prevenção. Vacinar nosso animal é um gesto de amor e carinho”, diz o prefeito.

Recomendações

Todos os pontos de atendimento estão disponíveis no site capivari.sp.gov.br.
Mais informações sobre a raiva no site do Ministério da saúde: http://www.saude.gov.br.

Campanha contra a Raiva em cães e gatos começa nesta segunda-feira em Capivari

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar