Carta do Leitor

Carta do Leitor

Prezado Túlio Darros, o homem, tem a liberdade de expressão para falar, aceitar, reprovar, opinar, criticar, informar, ensinar e aprender.

Para isso precisa coragem, sem pensar que poderão gostar ou não, o que a maioria cruza os braços e deixa prá lá, para não se envolver. Isso é comum nos políticos e nas mentes contrarias a tudo.

Você deu um exemplo ao colocar no editorial do jornal “ O Semanário “, edição nº 1454 de 08 de maio de 2020, mostrando a situação que a muito tempo vem acontecendo com as queimadas e os bagacinhos da cana que invadem a cidade, na mudança dos ventos vindo do norte, as estradas, a poeira, causando sérios problemas respiratórios, aos velhos e crianças, principalmente.

Tenho certeza que você foi criticado por muitos e que não querem o bem e desenvolvimento de Rafard.

Políticos????? Se não fizeram nada nesses três anos e meio, bem poderiam honrar os votos que tiveram e tomar providencias que se faz necessária. Sem medo nem constrangimento em pensar se vai ofender esse ou aquele, por medo de perder o voto.

Permita-me falar também, que estamos a mercê de um caos com o surgimento do coronavírus. Muitos me perguntam: água está diminuindo cada vez mais, e com novos loteamentos aumenta o consumo e vai piorar. A Sabesp não foi aceita por algumas razões, mas o que estão fazendo pra suprir a falta de abastecimento?

A cidade não tem como autuar os motoristas que por aqui trafegam, infringindo leis, placas e sinalizações, não respeitam nada, porque dizem que em Rafard tudo pode, inclusive alertei um caminhoneiro de Capivari sobre desobedecer a placa proibindo transitar e estacionar na Rua Mal. Deodoro, e pasmem qual foi a resposta: que nós rafardenses temos que comer merda.

Muito se fala em que a prefeitura precisa fazer um convênio com a Policia Militar e que não tem custos e sim só benefícios, ou seja, retorno das multas para o município, fiscalização do trânsito e doa a quem doer e desrespeitar. Multas, só assim mexendo no bolso que irão criar vergonha. A guarda municipal, tem que aumentar seu número de atendentes, e também podem multar. Ex.: Capivari, Piracicaba e muitas outras cidades.

Ahhhh ia me esquecendo que perguntaram se não pagar a água aqui em Rafard, não tem importância porque não cortam mesmo.

Desculpa o desabafo, mas é necessário que mais pessoas saibam dos acontecimentos e não mais ignorem.
Meus cumprimentos pela coragem em colocar no editorial um assunto tão polêmico e que sirva para os políticos, mandatários, futuros candidatos e que tem o poder de tomar providências no sentido de Rafard tornar-se um Exemplo.

Em tempo: Ao amigo Te. Denizart Fonseca, incansável batalhador para o bem comum de Rafard, sua coluna Cidadania também é criticada. Fale mal, mas fale de mim.

Abraço!

Por Roberto Andreotti, 12 de maio de 2020

Etiquetas
Botão Voltar ao topo
Fechar